Cassilândia, Quinta-feira, 18 de Julho de 2019

Últimas Notícias

25/06/2019 11:30

Suspeita de participar da morte da filha de 1 ano é presa

Campo Grande News

Suspeita de participar da morte da filha, uma bebê de um ano e dois meses, J.G.V. foi presa na tarde desta segunda-feira (24), em Costa Rica, distante 305 quilômetros de Campo Grande. A recém-nascida morreu depois de ser espancada pelo padrasto que se irritou com o choro da menina. Durante investigação a polícia identificou participação de Jaqueline no crime e mandado de prisão contra ela foi expedido no último dia 10, pelo Fórum de Mineiros, em Goiás.

De acordo com informações do site MS Todo dia, Santa Rita do Araguaia. Na época, o padrasto da criança de 21 anos foi preso em flagrante depois de confessar o crime. A suposta participação da mulher no crime foi identificada somente dois meses depois.

O caso - A menina foi socorrida com diversos ferimentos, inclusive traumatismo craniano, e encaminhada para um hospital em Rondonópolis, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. De acordo com delegado Júlio César Arana, da Polícia Civil de Mineiros, o autor não gostou que a menina não parava de chorar.

Segundo divulgado pela Rádio Verde Vale FM, o padrasto chegou em casa embriagado, espancou a criança e depois acordou a mãe, alegando que a vítima havia caído da cama na casa onde vivem, em Santa Rita do Araguaia. Eles procuraram socorro e, no hospital, foi levantada suspeita de agressão e o casal acabou sendo levado para Mineiros.

Certo de que não conseguiria esconder o crime, o padrasto acabou confessando. “Ele que tinha bebido e que depois de ir embora, encontrou a criança chorando. Descontrolado ele a agrediu com socos na frente da cabeça e na nuca”, explicou o delegado. Por conta das agressões, a menina desmaiou e caiu. “Foi então que ele avisou a mãe no quarto”, pontuou.

Enquanto o padrasto e a esposa estavam na delegacia, o hospital de Rondonópolis informou, segundo relatado pelo próprio delegado, que a vítima teve morte cerebral. Por este motivo, foi dada voz de prisão ao padrasto, pelos crimes de tortura qualificada, cometida contra criança, e feminicídio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 18 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Quarta, 17 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)