Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/12/2004 09:34

Suspeita de aftosa em MS faz Austrália vetar carne

Fernanda Mathias/Campo Grande News

A suspeita de febre aftosa em uma propriedade rural de Paranhos, em Mato Grosso do Sul, levou um dos maiores produtores de carne do mundo, a Austrália, a vetar a compra de carne brasileira, segundo informações divulgadas por jornais daquele País. Já na sexta-feira última foi bloqueado carregamento-teste de 450 kg de carne brasileira. Segundo o Ministério da Agricultura australiano, todas as licenças de importação de carne bovina foram canceladas e os acordos com o Brasil serão revistos. Segundo o governo australiano, depois que as coisas clarearem do lado brasileiro técnicos serão enviados para inspeções. A Austrália é considerada um dos poucos países no mundo que erradicaram a aftosa. Neste ano as vendas de carne bovina para a Austrália já somam 40,1 mil quilos, embora pouco expressivo diante do total de remessas significa abertura de um mercado novo. A competitividade é vista como um dos fatores que podem assustar australianos e motivar barreiras protecionistas. Os custos de produção no Brasil são de US$ 0,90 a US$ 1,00 por quilo, bem abaixo dos na Austrália, diz ele.
A suspeita em Paranhos deve ser elucidada a partir de análise que está sendo feita no laboratório de Belém (PA) e que deve sair no início do próximo ano. O Estado responde por quase 50% de toda a carne que sai do País hoje.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)