Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/12/2009 03:53

SUS vai disponibilizar seis medicamentos fitoterápicos

Agencia do Rádio

Os brasileiros agora vão ter à disposição seis novos medicamentos fitoterápicos pelo SUS. São anti-inflamatórios, remédios para dores no estômago, prisão de ventre, e para aliviar os sintomas da menopausa. Os medicamentos vão ser financiados com os mesmos recursos usados na compra de remédios da atenção básica. O diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde, José Miguel do Nascimento, explica que o fitoterápico, assim como todo produto químico, deve ser usado com cautela.



"Esse fitoterápico que a gente está incluindo na lista do SUS é um produto que tem produtor, é um produto que tem registro na Anvisa, significa que tem segurança e eficácia comprovada. O fitoterápico é um produto que requer cuidado no uso, ele não é isento de risco, não dá para ficar tomando xaropinho como se fosse suco para matar a sede. Tem que ter uma racionalidade, tanto na prescrição quanto no uso."

Com isso, passa para oito o número de fitoterápicos financiados pelo SUS. O Ministério da Saúde já oferece medicamento à base de espinheira santa, usado para gastrite e úlcera, e guaco, para tosse e gripe. Os novos remédios são produzidos a partir de plantas medicinais, como alcachofra, garra do diabo e unha de gato. Segundo José Miguel do Nascimento, do Ministério da Saúde, a produção desses fitoterápicos vai valorizar a indústria nacional na área, gerando empregos.



"O critério é para valorizar a biodiversidade brasileira, então, plantas nativas ou exóticas adaptadas; medicamentos fitoterápicos cuja indicação de uso é para doentes prevalentes da atenção básica, asma, dor de barriga. Outro critério: medicamentos cujo uso está representado no conjunto das cinco regiões do Brasil. Ter mais de um produtor, quer dizer, ter mais de uma empresa produtora que tenha registro para que eu possa ter um ambiente de competição de preço."

O diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica destaca que a inclusão dos novos medicamentos na lista do SUS faz parte do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, do Ministério da Saúde. Os governos estaduais e municipais já podem adquirir os produtos a partir ano que vem.

Reportagem, Cynthia Ribeiro


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)