Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/01/2009 16:50

SUS vai ampliar uso de medicamentos fitoterápicos

Lisiane Wandscheer , ABr

Brasília - O governo federal vai ampliar o uso de medicamentos fitoterápicos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente o Ministério da Saúde coloca à disposição de prefeituras recursos para a aquisição de dois fitoterápicos. A previsão é que, em 2009, passe para cinco novos medicamentos.

Em dezembro de 2008 foi aprovado o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, coordenado pelo Ministério da Saúde, em parceria com mais oito ministérios. Desde 2007 o SUS fornece medicamentos à base de espinheira santa, para tratamento de gastrites e úlceras, e guaco, para tosses e gripes.

“O programa visa a preservação e conservação do conhecimento tradicional das comunidades a partir da pesquisa, da produção e do uso de plantas medicinais. Por exemplo, no sul do país os produtores poderão deixar de produzir fumo para produzir plantas medicinais”, afirmou o diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde, José Miguel do Nascimento Júnior.

Atualmente 350 municípios em 12 estados distribuem estes medicamentos na rede pública de saúde. De acordo com Nascimento, o objetivo é aumentar o número de cidades que utilizam fitoterápicos e a variedade da substâncias disponíveis. Os medicamentos fitoterápicos utilizados pelo SUS são aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Atualmente são 119 empresas privadas registradas pela agência.

“O Brasil precisa avançar mais no uso desses recursos naturais que, apesar de nossa biodiversidade, ainda é restrito, se comparado com os países europeus. O fitoterápico é, na essência, um produto que tem eficácia garantida e oferece menos efeitos colaterais e riscos ao paciente”, destacou Nascimento.

Em fevereiro, o Ministério da Saúde vai concluir e divulgar uma lista de plantas medicinais que são objeto de interesse do SUS. A relação será utilizada pelos ministérios para focar as ações específicas de cada área para a produção, desenvolvimento e pesquisa dessas plantas.

Nascimento disse que está sendo feito um trabalho específico para a área médica. “Vamos capacitar novos médicos para fazer a prescrição de fitoterápicos. Estamos trabalhando em parceria com a Universidade do SUS (UNASUS) na produção de conteúdo para ser utilizado nos cursos de especialização”, informou o representante do Ministério.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)