Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/07/2004 08:40

SUS poderá ser obrigado a distribuir protetor solar

Agência Câmara

A Comissão de Seguridade Social e Família vai analisar o Projeto de Lei 3730/04, do deputado Lobbe Neto (PSDB-SP), que determina a distribuição gratuita de protetor solar pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Pelo projeto, a rede pública de saúde deverá distribuir à população protetor solar com fator 12 (FPS 12).
Lobbe Neto cita o crescimento dos casos de câncer de pele entre os trabalhadores, sobretudo agricultores, carteiros e catadores de papel. Ele lembra ainda que os bloqueadores solares custam muito caro para os padrões salariais dos brasileiros. “Apesar de evitarem doenças sérias, os protetores não têm descontos nas farmácias por serem considerados supérfluos, ao contrário dos remédios”, afirma o parlamentar.

Câncer de pele
A 5ª Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia no dia 22 de novembro de 2003, atendeu 37.853 pessoas. Dessas, mais de 3 mil (8,2% dos atendidos) apresentavam lesões de câncer de pele, cuja forma mais grave e perigosa, o melanoma, estava presente em 190 pessoas.
A pesquisa realizada durante os atendimentos revelou que quase 70% das pessoas não usam qualquer tipo de proteção quando se expõem ao sol. Entre os homens, esse índice chega a 75%. O percentual de mulheres que não se protegem também é elevado: 62%. Entre os principais efeitos da exposição descuidada ao sol, o câncer de pele é o mais temido, pois pode até provocar a morte.
No caso do melanoma, o diagnóstico precoce é vital, pois ele pode atingir a corrente sangüínea e se disseminar para outros órgãos, como pulmão, cérebro e coração. Se a lesão for removida antes disso, o paciente fica curado, daí a importância de se procurar o médico para uma consulta em casos de lesões suspeitas.

Tramitação
Na Comissão de Seguridade Social e Família, o projeto aguarda indicação de relator. A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será apreciada ainda pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Ana Felícia
Edição - Rejane Oliveira


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)