Cassilândia, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

09/02/2007 19:59

Supremo mantém decisão de fixar limite para pensões

Aloisio Milani e Lourenço Melo /ABr

Brasília - O Supremo Tribunal Federal (STF) seguiu a decisão tomada nesta quinta-feira (8) e manteve, por unanimidade, a fixação de um limite de 80% para os valores das pensões por morte, que tenham sido concedidas aos familiares até 1995. O julgamento do plenário do Supremo deu ganho de causa ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) contra a aplicação da lei nº 9.032, de abril de 1995, para as pensões concedidas a partir da publicação da regra.

Os recursos apreciados também trataram de aposentadorias especiais e por invalidez, anteriores a 1995. Para tomar a decisão, foram julgados 772 processos de relatoria do ministro Sepúlveda Pertence, 864 do ministro Gilmar Mendes, 1.304 do ministro Cezar Peluso, 700 do ministro Carlos Britto, 610 do ministro Lewandowski e 658 da ministra Cármen Lúcia. O julgamento em conjunto de um número tão grande de processos foi um fato inédito no STF.

Segundo a Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Cobap), até o ano de 1991, a pensão por morte era calculada em 50% do valor do benefício do segurado em vida, mais 10% para cada um de seus dependentes. Entre 1991 e 1995, com a alteração da legislação, esse percentual da pensão passou a ser de 80%, mais 10% para cada dependente. Com a lei nº 9.032, de 1995, o valor da pensão passa a ser integral.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 17 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
10:04
Coluna da juíza Luciane Buriasco Isquerdo
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)