Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/06/2016 15:05

Supremo manda inquérito contra Delcídio para Justiça Federal de MS

Campo Grande News

O STF (Supremo Federal Tribunal) determinou a remessa de inquérito contra o ex-senador Delcídio Amaral (sem partido) para a primeira instância da Justiça Federal de Mato Grosso do Sul. Na decisão, datada de 25 de maio, o ministro Luís Roberto Barroso acolheu manifestação da PGR (Procuradoria-Geral da República), que alegou perda de foro por prerrogativa de função após a cassação do mandato de Delcídio, ocorrida em 10 de maio.

A decisão consta no inquérito 3778, que tramita desde setembro de 2013 no STF e está sob sigilo. Conforme informação disponível no site do Supremo, a investigação é sobre crime praticado contra a Administração Pública. Como está em sigilo, os documentos do inquérito não podem ser visualizados.

Em outubro de 2014, o Congresso em Foco informou que o inquérito apura suspeitas de que Delcídio tenha colocado à venda posto de suplente em sua chapa ao Senado nas eleições de 2010 e cobrado comissão de empresas por emendas que conseguia aprovar. As suspeitas sugiram na operação Uragano, realizada pela PF (Polícia Federal) em Dourados no ano de 2010.

Delcidio foi preso em novembro de 2015 acusado de tentar obstruir a operação Lava Jato e acabou fazendo delação premiada. No mês passado, ele teve o mandato cassado após processo no Conselho de Ética do Senado. De acordo com a assessoria, em função do sigilo, o senador não pode falar sobre o assunto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)