Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/06/2012 16:26

Supermercados de São Paulo vão recorrer de decisão judicial que determinou volta das sacolinhas

Marli Moreira, Agência Brasil

São Paulo – Os advogados da Associação Paulista de Supermercados (Apas) devem entrar ainda hoje (26) com recurso na Justiça para neutralizar a decisão da juíza Cynthia Torres Cristófaro, da 1ª Vara Central da capital paulista, que determinou ontem (25) a volta da distribuição gratuita das sacolinhas de plástico dentro de 48 horas.

Em seu despacho, a juíza também fixou prazo de um mês para que os supermercados adotem a prática de fornecer a seus clientes, de graça, embalagens de material biodegradável ou de papel em quantidade que atenda às necessidades de acondicionamento das mercadorias.

Por meio de nota, a Apas informou que orientou os seus associados a cumprir a decisão judicial. No entanto, disse que vai continuar com a campanha de substituição das sacolas descartáveis por reutilizáveis.

Para justificar a campanha Vamos Tirar o Planeta do Sufoco, a Apas argumentou tratar-se de uma ação que visa a conscientizar os consumidores a evitar o desperdício e colaborar com a “sustentabilidade”. Na última sexta-feira, (22), o presidente da Apas, João Galassi, informou à Agência Brasil que, desde abril, deixaram de ser distribuídas l,1 bilhão de sacolas plásticas.

Os supermercados suspenderam o fornecimento das embalagens plásticas, no dia 25 de janeiro. Pouco depois, no dia 3 de fevereiro, a entidade assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Procon e o Ministério Público Estadual para a retomada da distribuição por 60 dias. Nesse acordo, os estabelecimentos assumiram o compromisso de oferecer sacolas reutilizáveis ao preço de até R$ 0,59 e de informar aos clientes sobre a decisão de não mais disponibilizar as sacolas de plástico.

Edição: Lana Cristina

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)