Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/12/2004 07:52

Superintendente do INCRA visita acampados em Chapadão

Jovemsulnews (Norbertino).

Na manhã deste sábado, 4 de dezembro, o superintendente do INCRA em Mato Grosso do Sul, Luiz Carlos Bonelli visitou os acampados à margem da BR 060, que reivindicam assentamento na Fazenda Mateira, em processo de desapropriação.

Acompanharam o superintendente, o prefeito municipal de Chapadão do Sul, João Carlos Krug, o prefeito eleito de Cassilândia, José Donizete, o secretário de desenvolvimento de Costa Rica, Gilmar (Branco), o presidente da FETAGRI, Federação dos Trabalhadores Rurais de Mato Grosso do Sul, Geraldo Teixeira de Almeida e os presidentes dos sindicatos dos trabalhadores rurais de Cassilândia, de Costa Rica, Antônio Perez Vergara (Índio) e a presidente do sindicato dos trabalhadores rurais de Chapadão do Sul, Maria Aparecida da Silva.

A reunião aconteceu no Centro Comunitário do PA Sucuriú. No local foi improvisado um palanque em um dos brinquedos do parquinho infantil.

O superintendente Luiz Carlos Bonelli enfatizou a importância do fortalecimento dos trabalhadores rurais, organizados em associações ou cooperativas para desenvolverem uma agricultura profissional, para produzir, comprar insumos e comercializar produtos de forma a gerar lucros e dar estabilidade ao homem no campo.

Luiz Carlos disse que foi decretada a desapropriação da Fazenda Mateira e que ainda neste ano, serão liberados recursos financeiros para o processo indenizatório para que a propriedade seja colocada a disposição do INCRA para fins de reforma agrária. Na fazenda serão assentadas famílias previamente inscritas e já pré-selecionadas, de Chapadão do Sul, Costa Rica e Cassilândia.

Antes da efetivação do assentamento, serão levantados os recursos naturais disponíveis e a quantidade de famílias, de acordo com o tamanho da área e estudos de suas potencialidades. Serão liberados recursos e créditos para implantação da propriedade, para fomento de atividades e construção de moradia para cada família.

O superintendente afirmou que a reforma agrária brasileira nos moldes anteriores não tem mais viabilidade técnica, social e econômica. Tem sido uma geração de pobreza, baixo desenvolvimento e contra isso perde o apoio da sociedade que sabe o quanto ela desembolsa para assentar uma família.

É necessário que os assentados se organizem em instrumentos de política agrícola. O INCRA de Mato Grosso do Sul trouxe para dentro de si a discussão de 30 anos de problemas na reforma agrária. Contratou o SEBRAE para orientar os assentados em tecnologia, crédito rural, comercialização, industrialização, infra-estrutura de produção, organização de associativismo e sociedade no processo de produção. Para isso é fundamental a assistência técnica do SEBRAE, da EMBRAPA e dos órgãos de extensão rural, disse Luiz Carlos Bonelli.

Quanto à idéia de representantes dos produtores e do vereador João Tontini, em adquirir a Fazenda Mateira para compor reserva legal aos proprietários que não têm 20% de preservação nas fazendas, o superintendente disse que está aberto a negociação. Pode o INCRA negociar com os proprietários de Chapadão do Sul. Se eles colocarem uma área desmatada equivalente à Fazenda Mateira à disposição dos sem terra, pode o INCRA pensar em permuta. O governo não pode desapropriar uma área para ser destinada à reserva legal, não há legislação para este tipo de operação.

Após a reunião com o INCRA, os sindicatos dos trabalhadores rurais envolvidos no acampamento realizaram inscrições de trabalhadores interessados a participar do assentamento na Fazenda Mateira.

Reprodução ou leitura em rádio, sem citação da fonte (Jovem Sul News) é drime previsto na lei 5.259/67.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)