Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/07/2010 09:38

Súmula relata revide, mas não deve amenizar punição

GE.net

A confusão entre o técnico Emerson Leão, jogadores do Goiás e membros da imprensa baiana, no Barradão, deve render aos envolvidos uma punição severa por parte do STJD. Na súmula da partida, que será analisada pelo tribunal, o árbitro Péricles Bassols corroborou com a versão do treinador e afirmou que o tumulto teve início após o comandante ter sido atingido pelo microfone do repórter agredido. No entanto, o relato não deve amenizar a punição.

\\\"[...] houve um desentendimento entre um repórter e o técnico citado (Emerson Leão), pois o primeiro ao entrevistá-lo, acertou o microfone no rosto do técnico e este revidou com um soco. Neste momento, os policiais nos pediram que nos retirássemos do campo para que eles pudessem dar maior suporte à confusão iniciada\\\", registrou o carioca, que ainda descreveu a agressão do atacante Rafael Moura ao mesmo repórter.

\\\"[...] avistamos o atleta nº 09, Rafael H. de Miranda Moura (Goias E.C.), desferindo um soco direto no rosto de um repórter presente que foi ao chão de imediato. Depois disto, a polícia nos orientou a entrarmos no vestiário e não pudemos observar mais nada\\\", completou.

Além de terem sido conduzidos à delegacia após a partida, técnico e jogador devem ser denunciados em breve pela Procuradoria do STJD, que já solicitou as imagens da pancadaria para analisar o ocorrido antes de tomar as providências. O mais provável é que ambos sejam enquadrados no artigo 254-A, por agressão. Nesse caso, a pena varia de quatro a 12 jogos de suspensão.

Romerito e Marcão, que foram acusados pelo repórter e também conduzidos ao distrito policial, não aparecem nas imagens e não foram citados na súmula. Por conta disso, não devem ser julgados pela justiça desportiva.

A confusão teve início quando os jogadores e o técnico do Goiás se dirigiram ao trio de arbitragem para reclamar do lance que originou o gol de empate do Vitória, já nos minutos finais do confronto. Imediatamente, a imprensa se dirigiu ao técnico, que se irritou com as perguntas e alega ter sido atingido pelo microfone do repórter Roque Santos, da Rádio Metrópole, antes de agredi-lo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)