Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/03/2007 17:40

STJ rejeita recurso de Maluf sobre pedido de indenização

STJ

Rejeitada tentativa de Paulo Salim Maluf de levar à apreciação do Superior Tribunal de Justiça (STJ) recurso que discute pedido de por danos morais em virtude da publicação do editorial intitulado “Não há polícia que chegue”, veiculado no Jornal da Tarde na edição de 11 de maio de 2000. A decisão foi do ministro Cesar Asfor Rocha, da Quarta Turma do STJ.

O juiz de primeira instância havia julgado a ação improcedente sob a alegação de que Maluf é um político e, sendo assim, situações que envolvam sua pessoa são de interesse público.Ele recorreu então ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que decidiu manter a sentença de primeiro grau, considerando inexistente o dano moral. Insurgiu-se, então, mediante recurso especial no qual alega afronta ao artigo 927 do Código Civil e aos artigos 12 e 49 da Lei de Imprensa.

Como o TJ não admitiu o recurso para o STJ, a defesa do atual deputado federal paulista apresentou agravo de instrumento – tipo de recuso com o qual se busca “destrancar” o recurso especial. Ao apreciar a questão, o relator, ministro Cesar Rocha, entendeu que o pedido exige necessariamente o reexame das provas da causa, tarefa que não pode ser realizada no STJ em razão da Súmula nº 7.



Autor(a):Carolina Nonato

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)