Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

30/01/2009 15:07

STJ nega recurso contra plano de carreira de servidores

Fernanda Mathias - Campo Grande News

A ministra do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Maria Thereza de Assis Moura, decidiu contra recurso ingressado pelo governo de Mato Grosso do Sul para derrubar o PCC (Plano de Cargos e Carreiras) dos trabalhadores em Seguridade Social de Mato Grosso do Sul.

O governo do Estado entrou com pedido de efeito suspensivo contra decisão proferida pelo corte do TJ-MS Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, determinando a imediata implantação do PCC. A alegação da PGE era de que o Executivo já vinha cumprindo o PCC, argumento que não foi aceito.

O presidente do sindicato que representa a categoria, Júlio César das Neves, considera que "a decisão em instância superior é mais um motivo para que o vice-presidente do TJ-MS, Ildeu de Souza Campos, deixe de adotar uma postura política, de advogado do Estado, e continue contrariando, por capricho pessoal, uma decisão referendada pela maioria dos desembargadores, agora pela ministra Maria Thereza de Moura, respaldada em Lei aprovada pelos deputados estaduais".

O sindicalista defende que o Judiciário agora cobre a implantação do PCC, responsabilizando criminalmente o responsável pela gestão administrativa em caso de descumprimento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)