Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/01/2009 15:07

STJ nega recurso contra plano de carreira de servidores

Fernanda Mathias - Campo Grande News

A ministra do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Maria Thereza de Assis Moura, decidiu contra recurso ingressado pelo governo de Mato Grosso do Sul para derrubar o PCC (Plano de Cargos e Carreiras) dos trabalhadores em Seguridade Social de Mato Grosso do Sul.

O governo do Estado entrou com pedido de efeito suspensivo contra decisão proferida pelo corte do TJ-MS Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, determinando a imediata implantação do PCC. A alegação da PGE era de que o Executivo já vinha cumprindo o PCC, argumento que não foi aceito.

O presidente do sindicato que representa a categoria, Júlio César das Neves, considera que "a decisão em instância superior é mais um motivo para que o vice-presidente do TJ-MS, Ildeu de Souza Campos, deixe de adotar uma postura política, de advogado do Estado, e continue contrariando, por capricho pessoal, uma decisão referendada pela maioria dos desembargadores, agora pela ministra Maria Thereza de Moura, respaldada em Lei aprovada pelos deputados estaduais".

O sindicalista defende que o Judiciário agora cobre a implantação do PCC, responsabilizando criminalmente o responsável pela gestão administrativa em caso de descumprimento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)