Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/08/2008 22:47

STJ nega pedido de liberdade do juiz Nicolau dos Santos

Mariana Jungmann /ABr

Brasília - O presidente em exercício do Superior Tribunal de Justiça, (STJ), ministro Cesar Asfor Rocha, negou os pedidos de revogações das prisões preventivas do juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto.

A defesa de Nicolau alega que o juiz foi condenado a uma pena que totaliza 40 anos, seis meses e 20 dias, sendo 26 anos e seis meses de prisão no processo principal e 14 anos em outro feito, "ultrapassando assim o limite máximo permitido, tendo assim aplicação imediata o limite máximo de 30 anos”.

O ministro Asfor Rocha alegou em seu despacho que não há elementos nos autos que indiquem ilegalidade na prisão cautelar do juiz, e que falta uma cópia da decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que concedeu habeas corpus para que Nicolau dos Santos Neto ficasse preso em casa.

Apesar de ter sido condenado há uma pena que totaliza 40 anos, o juiz pode recorrer e, por isso, sua prisão ainda é considerada preventiva.


Baseado nas condições de saúde do juiz, que foi condenado pelo desvio de R$ 170 milhões das obras do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo, e no fato de estar “despojado de seus bens”, o advogado alegou que ele não pode oferecer risco à ordem pública, motivo que originou a prisão.

O habeas corpus que concedeu a prisão domiciliar de Nicolau dos Santos Neto deve ser julgado pela Sexta Turma do STJ.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)