Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/11/2006 09:51

STJ define JF para julgar acidente com avião da Gol

STJ

A Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que o Juízo Federal da Comarca de Sinop, Mato Grosso, é competente para julgar o processo referente ao acidente com o avião da Gol, ocorrido no último dia 29 de setembro, com 154 mortos. O conflito de competência entre a Justiça Federal e o Juízo de Direito da Comarca de Peixoto Azevedo (autoridade judiciária mais próxima do local do acidente) foi definido hoje pelos ministros que seguiram, unanimemente, o voto da relatora, ministra Maria Thereza de Assis Moura.

O juiz federal, a pedido do Ministério Público, pediu ao STJ que definisse, nos termos do artigo 196 do Regimento Interno do Tribunal, qual autoridade seria competente para julgar a questão. Os pilotos do avião Legacy que se chocou com a aeronave da Gol, estrangeiros, pleiteavam, em uma petição apresentada ao STJ e anexada ao processo, a liberação de seus passaportes ao consulado americano para aguardar o andamento do processo nos Estados Unidos. Desde o acidente, os passaportes dos pilotos estão retidos pela Polícia Federal.

O conflito ocorre porque o juiz de direito de Peixoto Azevedo alegou, de um lado, que, segundo o artigo 6º do Código Penal, o local do delito ou do resultado deste é onde deve ocorrer a ação, e o 70 do Código de Processo Penal determina que, em regra, a competência para julgar é determinada pelo local do delito. Além disso, argumentou também que a transferência dos autos, provas, diligências ou quaisquer outros documentos para outra comarca acarretaria uma maior delonga no processo.

A Justiça Federal, por sua vez, alegou que o artigo 109, inciso IV, da Constituição Federal afirma que os crimes contra a União, seus serviços e patrimônio são de responsabilidade Federal. Como os serviços aéreos de transporte são regulados no nível federal e coordenados pela Força Aérea Brasileira, a responsabilidade seria da União. Essa posição foi reforçada pelo Ministério Público. Também foi mencionada como argumento a súmula 122 do STJ, a qual determina a competência federal para o julgamento de crimes que tenham concomitantemente competência federal e estadual.

Em seu voto, a ministra Maria Thereza de Assis Moura aceitou a argumentação da Justiça Federal. Para ela, em qualquer resultado, seja doloso ou culposo ou sem responsabilidade dos pilotos, a competência sempre recairá no âmbito federal. Além disso, a Constituição determina que os crimes cometidos em aviões são de responsabilidade federal. Segundo a ministra, o pedido de liberação de passaporte feito à Justiça estadual estava prejudicado, ou seja, tornou-se inútil processualmente.

Ao acompanhar a relatora, o ministro Nilson Naves destacou que, no caso do acidente com o avião da Varig, ocorrido em 1989, não se discutiu se a Justiça estadual poderia ser competente. Apenas se questionou se seria julgado na Justiça Federal de São Paulo ou Mato Grosso.


Autor(a): Fabrício Azevedo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)