Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

13/05/2005 14:03

STF:Justiça brasileira é morosa no julgamento das ações

Marcela Rebelo / ABr

A demora da justiça brasileira no julgamento das ações é um fato comprovado, segundo o relatório divulgado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Nelson Jobim, no seminário "A Justiça em Números – Indicadores Estatísticos do Poder Judiciário Brasileiro". Os dados mostram que, em média, a cada 100 processos, 60 demoram mais de um ano para serem julgados.

Segundo Jobim, uma possível forma de "desafogar os tribunais superiores" é o instrumento da súmula vinculante, aprovado na Reforma do Judiciário. Com esse recurso judicial, uma decisão sobre uma matéria constitucional, depois de ser adotada diversas vezes no STF e aprovada por 2/3 de seus membros, deve ser levada obrigatoriamente pelo Poder Judiciário e pela administração pública.

"O número de recursos novos por ano deve cair de 100 mil para cerca de 30 mil com a súmula vinculante", afirmou o membro do Gabinete de Assuntos Institucionais da Presidência do STF, juiz Flávio Dino. Com isso, a diminuição do número de recursos deve ocorrer num prazo de cinco anos, depois da criação das súmulas. Contudo, o STF ainda não criou nenhuma súmula vinculante.

O juiz ressaltou que o instrumento vai refletir também nos tribunais de primeira instância. "As pessoas vão entrar com menos ações no judiciário porque já serão beneficiárias de uma decisão, pois a administração pública também será obrigada a cumprir", explicou. O juiz Alexandre Azevedo, também membro do Gabinete de Assuntos Institucionais da Presidência do STF, concorda que o instrumento vai trazer benefícios aos tribunais de primeira instância. "A questão será então decidida pela instância máxima e não comportará recursos para as instâncias intermediárias. Isso também dará rapidez ao procedimento."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)