Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/03/2007 07:20

STF vai decidir sobre iluminação pública

STJ

Caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF) apreciar ação do Município de Aragoiânia visando restabelecer a eficácia da lei municipal que instituiu a contribuição para o custeio da iluminação pública. O envio da questão àquele tribunal foi determinado pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Raphael de Barros Monteiro Filho.

A discussão judicial começou com uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo procurador-geral de Justiça de Goiás contra o município objetivando a suspensão da eficácia da Lei municipal 741/02. Uma liminar concedida pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça goiano garantiu a suspensão, o que levou o município a tentar reverter tal decisão no STJ.

Entre os argumentos do governo municipal, consta o de que a decisão causa grave lesão à segurança e à economia pública. Segundo alega, os prejuízos são irreparáveis, não só para o município, mas para a própria população, “que se vê frustrada da instalação, manutenção, melhoria e expansão da rede de iluminação pública e principalmente dos serviços de iluminação das vias públicas”.

Em sua decisão quanto ao pedido de suspensão de liminar e de sentença, o ministro ressalta que a competência do tribunal para suspender a execução de liminar nas ações movidas pelo poder público restringe-se àquelas causas que não tenham como fundamento matéria constitucional, caso em que a questão deve ser apreciada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a quem caberá apreciar o recurso extraordinário. Assim, negou provimento ao pedido e, por economia processual, determinou sua remessa ao STF.


Autor(a):Regina Célia Amaral

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)