Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/08/2007 21:38

STF recebe denúncia de corrupção ativa contra José Dirce

STF

recebe denúncia de corrupção ativa contra José Dirceu


O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de receber a denúncia contra o ex-ministro e ex-deputado federal José Dirceu pelo crime de corrupção ativa (artigo 333 do Código Penal), por unanimidade. Ele é denunciado pelo procurador-geral da República como o chefe de uma suposta quadrilha, que tinha como principal objetivo garantir a continuidade do projeto de poder do Partido dos Trabalhadores (PT).

A corrupção ativa tinha como um de seus objetivos as votações, pelos beneficiados em favor de projetos de interesse do governo. A denúncia cita como exemplos os projetos da Reforma da Previdência (PEC 40/2003) e da Reforma Tributária (PEC 41/2003). Para Joaquim Barbosa, votar a favor de projetos do governo não implica crime. Mas essas votações, associadas aos demais indícios presentes na denúncia, podem ensejar abertura de ação penal.

Para isso, narra a denúncia, José Dirceu teria montado, juntamente com José Genoino, Delúbio Soares e Silvio Pereira, integrantes da direção do partido, um esquema de compra de votos e suporte político a partidos aliados – PP, PL, PTB e PMDB, além de um projeto de financiamento futuro de suas próprias campanhas eleitorais. Esse núcleo, segundo a denúncia, era responsável pelas diretrizes repassadas aos demais núcleos integrantes do esquema.

Voto do relator

O ministro Joaquim Barbosa destacou diversos trechos dos autos do inquérito que, segundo ele, demonstram a existencia de indícios para a abertura de uma ação penal contra José Dirceu pelo crime de corrupção ativa.

Diversos depoimentos de testemunhas mostraram o poder do ex-ministro dentro dessa organização, sua relação com Marcos Valério e seus sócios. Sobre este ponto, o relator citou como exemplo favores de Marcos Valério para a esposa de José Dirceu, em dinheiro, como um dos indícios do relacionamento próximo entre eles.

A participação do ex-ministro em reuniões com os diretores do Banco Rural, com os sócios da SMP&B e com os líderes dos partidos da base aliada do governo é relatada pela denúncia, detalhando relatos de testemunhas que afirmam que foram tratados temas relacionados à distribuição de valores entre os partidos – o chamado mensalão.

Por essa razão, o ministro votou pelo recebimento da denúncia contra José Dirceu por corrupção ativa dos parlamentares do PP, PL, PTB e PMDB, denunciados pelo procurador-geral nos itens 6.1, 6.2, 6.3 e 6.4. Para o relator, estão atendidos os requisitos necessários para o seu recebimento (artigo 41 do Código de Processo Penal), e também a presença de justa causa para a instauração da ação penal contra José Dirceu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)