Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Julho de 2017

Últimas Notícias

13/05/2006 06:51

STF mantém aposentadoria de ministros além de teto

Shislaine Vieira / Cmapo Grande News

Quatro ministros, de Mato Grosso do Sul, aposentados do STF (Supremo Tribunal Federal) contestavam a decisão do próprio STF que determinou em 2004 a redução de seus proventos de aposentadoria no limite da Constituição Federal (conforme o artigo 37, inciso XI). A Corte julgou em definitivo o Mandado de Segurança 24875, que discutia o teto salarial.
A maioria decidiu que os ministros podem receber o acréscimo de 20%, concedido a época da aposentaria, sobre os proventos até que seu montante seja absorvido pelo teto salarial.
O Tribunal entende, conforme a sessão de 9 de março de 2006, que os adicionais por tempo de serviço devem ser incluídos no teto salarial do funcionalismo público. O julgamento havia sido interrompido porque houve empate quanto ao benefício de 20% dos ministros aposentados. Hoje, não se pode pagar nenhuma vantagem pessoal além do limite remuneratório, que é de R$ 24,5 mil.
A questão foi definida nesta quinta-feira com o voto do ministro Ricardo Lewandowski, que optou pela manutenção da vantagem. Os ministros Joaquim Barbosa, Cezar Peluso, Carlos Ayres Britto, Eros Grau e Nelson Jobim haviam indeferido a segurança integralmente.
Para Lewandowski, a segurança dos ministros para continuarem a receber o benefício não caracteriza, para o STF, direito adquirido. Ele afirmou que o pedido é legal porque a vantagem foi concedida com base na lei vigente à época das respectivas aposentadorias e em harmonia com a interpretação do STF. Ele justifica a manutenção do benefício na garantia da irredutibilidade de vencimentos.
Após o julgamento, o ministro esclareceu à imprensa que os vencimentos serão irredutíveis em seu valor nominal e paulatinamente serão absorvidos pelo teto que corresponde ao subsídio fixado em lei para os ministros do Supremo Tribunal Federal. A decisão de ontem vale somente para as partes no processo, de acordo com o ministro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Julho de 2017
Terça, 25 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
06:34
Cassilândia
Segunda, 24 de Julho de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)