Cassilândia, Terça-feira, 28 de Março de 2017

Últimas Notícias

18/05/2006 14:11

STF julga hoje ação contra lei aprovada no Estado

Maristela Brunetto / Campo Grande News


O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) julgará hoje o mérito de uma ação direta de inconstitucionalidade apresentada pela Conamp (Associação Nacional dos Membros do Ministério Público) contra dispositivos da lei complementar nº 114/05 de Mato Grosso do Sul, que define competências exclusivas à Polícia Civil. Na ação, a Conamp contesta vários artigos da lei.
Trata-se de uma norma sobre a lei orgânica da Polícia Civil do Estado, a organização institucional, as carreiras, os direitos e obrigações dos integrantes. Conforme a ação, a inconstitucionalidade estaria na expressão “com exclusividade”. Ela está artigo 1º, que determina à Polícia Civil , em caráter exclusivo, o papel de polícia judiciária, investigadora e apuradora no Estado, de crimes, exceto envolvendo militares; no artigo 6º consta inciso que atribui à polícia a exclusividade nos atos necessários nas áreas criminalística e criminológica; e no artigo 7º, ao falar do inquérito policial, termo circunstanciado de ocorrência e outros procedimentos que tratam das infrações administrativas e criminais.
A alegação é que da forma como a lei está, o Ministério Público tem seu papel limitado na área criminal, já que a lei “reduz o número de legitimados ao exercício de investigação criminal”. Segundo a entidade que apresentou a ação, a expressão “com exclusividade” tira competência privativa da União para legislar sobre Direito processual penal. No Código de Processo Penal, que é uma lei superior, não existe a palavra exclusividade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 28 de Março de 2017
06:10
Loterias
Segunda, 27 de Março de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)