Cassilândia, Segunda-feira, 28 de Maio de 2018

Últimas Notícias

27/07/2007 06:54

STF garante reserva de vaga a candidata sem os 3 anos

STF

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, deferiu parcialmente pedido de Lyana Helena Joppert Kalluf Pereira, assegurando-lhe a reserva de vaga em concurso para procurador da República, até que seja julgado o mérito do Mandado de Segurança (MS 26690). A candidata ao cargo de Procurador da República já havia obtido liminar do ministro Eros Grau para que pudesse continuar participando das provas orais desse concurso.

A candidata informa, no pedido, que é bacharel em Direito há três anos, exerceu atividade de magistério, atuou como assessora da 4ª Promotoria de Justiça de Campinas (SP) e se encontra, desde 2005, no exercício da função de promotora de Justiça no Paraná. Relata, ainda, que foi aprovada em todas as fases do concurso, tendo obtido a 17ª colocação. Por fim, pleiteia o direito de tomar posse no cargo de procuradora da República, no próximo dia 06 de agosto, com direito de escolha da comarca de atuação.

Ao deferir parcialmente o pedido da candidata, a ministra Ellen Gracie disse reconhecer "a relevância dos argumentos da impetração, a especificidade da situação fático-jurídica e a aprovação da impetrante em todas as fases do concurso". Entretanto, estes argumentos são suficientes apenas para assegurar a reserva de vaga. "Porém, não me parece razoável e prudente permitir, no caso, de imediato, a posse da candidata no cargo de Procurador da República", tendo em vista o que foi decidido pelo STF na ADI 3460, decidiu a ministra.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)