Cassilândia, Sábado, 25 de Maio de 2019

Últimas Notícias

29/03/2019 12:00

STF determina isonomia de remuneração no “magistério” policial em MS

Campo Grande News

Liminar do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou que não poderá haver distinção de remuneração entre as aulas dadas por delegados e as ministradas por servidores ocupantes dos demais cargos na Academia da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, sob pena de violação do princípio da igualdade de direitos. A liminar deverá ser submetida a referendo do Plenário do Supremo.

Na ADI 6012 (Ação Direta de Inconstitucionalidade), a Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis) questionou o decreto estadual 12.118/2006.

Os delegados podem receber, como limite máximo para a remuneração pelo exercício do magistério policial, até R$ 9.784,08 (correspondente a 30% do subsídio do cargo), enquanto os servidores das demais carreiras policiais estão limitados a um patamar de R$ 3.027,91, mesmo que seja ministrada a mesma quantidade de horas-aula. Portanto, diferença de R$ 6.700.

Para Moraes, relator da ação, não há justificativa para que as aulas dadas por delegados na Academia da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul sejam mais bem remuneradas do que as ministradas pelos demais servidores ocupantes de outros cargos.

“O tratamento desigual de servidores que se encontram em posição de igualdade, ou seja, exercendo atividade de docência, não incluída nas atribuições do cargo para o qual foram investidos, configura flagrante ofensa à isonomia”, afirma.

No processo, o governo defendeu a legitimidade constitucional da norma, pois os valores fixados para remunerar a função de magistério policial foram estabelecidos dentro de limites razoáveis e proporcionais. A Polícia Civil tem delegado, investigador, escrivão, perito papiloscopista, perito criminal e agente de polícia científica.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 25 de Maio de 2019
Sexta, 24 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
07:20
Atenção motoristas e ciclistas
Quinta, 23 de Maio de 2019
22:00
Loterias
21:45
Loterias
21:42
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)