Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/08/2008 08:54

STF decide na quarta-feira sobre a "ficha suja"

24horasnews

O Supremo Tribunal Federal (STF) analisa, na quarta-feira, a possibilidade de barrar candidaturas de políticos que respondem a processos ou têm condenações na Justiça. A expectativa da Associação Brasileira de Magistrados (AMB) é que haverá uma decisão positiva da Corte e que já será possível evitar candidatos com problemas mais graves na Justiça - ou seja, com ficha suja - ainda nesta eleição municipal.

No fim de junho, a AMB pediu ao STF a impugnação de artigos da Lei Complementar 64/90 (Lei das Inelegibilidades) que exigem decisões judiciais em última instância para negar o registro a candidatos. Para a AMB, estes pontos da lei, de 1990, ferem o parágrafo 9º do artigo 14 da Constituição, alterado em 1994, que elege a vida pregressa do cidadão como fator a ser considerado na escolha de candidatos. A AMB quer que o STF diga que este dispositivo é auto-aplicável, ou seja, que a Corte dê liberdade aos juízes para julgar se os candidatos podem ou não concorrer a cargos públicos.

"Não retiramos de ninguém o direito à presunção de inocência. O que se defende é que os juízes possam indeferir candidaturas", disse o presidente em exercício da AMB, Cláudio Dell" Orto, juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública do Rio.

A AMB ainda questiona a interpretação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de que a vida pregressa não pode ser obstáculo ao registro de candidaturas. Pela tese vencedora, o registro só pode ser negado se houver condenação em última instância. A decisão foi apertada (quatro votos a três). Três dos 11 ministros que votarão no STF integram o TSE e já se manifestaram. O presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, e Joaquim Barbosa foram favoráveis à possibilidade de barrar candidatos com processos na Justiça. Eros Grau votou a favor da tese vencedora. Considera que só nova lei disciplinaria o tema. O relator da ação é o ministro Celso de Mello. Há um movimento forte de TREs contra as candidaturas de políticos "ficha suja". O Rio lidera a ofensiva

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)