Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

01/08/2007 18:10

STF adia mais uma vez decisão final sobre pensão de Zeca

Marta Ferreira/Campo Grande News

Pela segunda vez, o STF (Supremo Tribunal Federal) adiou, na tarde desta quarta-feira, a decisão final sobre a ação movida pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) questionando a emenda à Constituição de Mato Grosso do Sul que recriou, no fim do ano passado, a pensão vitalícia aos ex-governadores, que havia sido extinta. Os ministros mantiveram o pagamento suspenso até o julgamento final.

A nova suspensão do julgamento foi em razão do pedido de vistas do ministro Gilmar Mendes, quando o placar de votação estava a 6 a 1 favoráveis à OAB, ou seja, contrários à pensão. Por enquanto, Zeca continua sem receber a pensão, que havia sido derrubada por uma decisão da presidente do STF, Ellen Gracie, no dia 11 de julho.

Ao suspender o julgamento, os ministros decidiram, ainda, adotar uma medida cautelar suspendendo os efeitos da legislação estadual, alegando que seria melhor haver uma manifestação própria da Corte e não apenas uma resposta a um recurso proposto pelo governo do Estado. O recurso, chamado Suspensão de Segurança, foi pedido pelo governo do estado, para que fosse derrubada a decisão do TJ (Tribunal de Justiça) dada em março, mandando pagar a pensão a Zeca do PT.

Histórico - O julgamento da ação movida pela OAB já havia sido suspenso no dia 18 de abril, quando o ministro Eros Grau pediu vistas do processo. Hoje, a votação foi retomada com o voto dele, que foi pela improcedência da ação, ou seja, pela manutenção da emenda que recriou a pensão vitalícia.

Depois dele, os ministros Joaquim Barbosa, Carlos Brito e César Peluzzo juntaram-se a Ricardo Lewandovski e Sepúlveda Pertence e à relatora do processo, Carmem Lúcia, pela declaração de inconstitucionalidade da lei.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)