Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/01/2014 15:56

Solto, acusado de estupro e família ameaçam e vítima "desaparece"

Campo Grande News

Após a liberação de Emanuel de Jesus Meireles, 23 anos, acusado de assaltar uma empresa e estuprar uma funcionária, a vítima optou por se esconder, temendo retaliações dele e da família do acusado. Na companhia da mãe, a jovem e a filha, de 3 anos, deixaram a casa onde moravam juntas. A Polícia alega que “não deu tempo” de emitir o mandado de prisão e o suspeito não pode ficar preso.

“Ela é quem está presa, se escondendo, enquanto ele, que é o bandido, está livre, solto”, indigna-se a proprietária da empresa onde o crime aconteceu. Na noite de ontem, ela foi à delegacia com a funcionária fazer o reconhecimento de Emanuel e, desde então, não conseguiu sair de casa ou abrir a empresa.

“Não estou nem saindo na rua, eles viram meu rosto, né? A família dele estava na delegacia ontem, e dizia que o irmão era inocente e que iriam me processar por estar fazendo a acusação. Tenho medo de que não só ele, mas outros parentes façam alguma coisa para nos calar”, acrescenta.

Fuga – A patroa da vítima teme que, uma vez solto, Emanuel nunca mais seja encontrado. “Ela fez o exame de corpo de delito e colheram material que pode comprovar o estupro. Também coletaram o dele, ou seja, ele sabe o que ele fez e que, quando sair o resultado, não vai mais ter como negar. Ele teve a oportunidade de escapar e nunca mais vai voltar”, acredita.

Após o episódio traumático, a mulher espera que seja feita justiça. “Se ele for preso a gente vai se sentir mais segura, mas, principalmente, justiçada, porque ele acabou com a vida da menina, ela esta horrorizada, e muito abalada psicologicamente”, conclui.

Caso – Por volta das 16 horas do dia 16 a funcionária estava sozinha, na empresa na avenida Senhor do Bonfim, no bairro Novos Estados, em Campo Grande, quando foi surpreendida por Emanuel, que portava uma faca. O suspeito a teria levado ao banheiro e a estuprado. A ação durou menos de 10 minutos, e a vítima foi encontrada pela dona da empresa.

O acusado foi identificado e preso pela Polícia Militar na região do bairro Nova Lima. Ele foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro da Capital.

A vítima foi até o local e reconheceu o suposto estuprador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)