Cassilândia, Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

23/08/2020 07:39

Sociedade pode dar sugestões para o Plano Nacional de Segurança Pública

PMMS
Sociedade pode dar sugestões para o Plano Nacional de Segurança Pública

Esta aberta até o próximo dia 28 de agosto a consulta pública de atualização do Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSP), instituído pelo Decreto n.° 9.630 – de 26 de dezembro de 2018, que visa o aperfeiçoamento e o atendimento da Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS), instituída no âmbito do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP).

Servidores públicos, especialmente dos órgãos de segurança pública e a sociedade como um todo podem participar da consulta, que tem por objetivo coletar contribuições, sugestões e críticas, que constarão da minuta de atualização do Plano Nacional de Segurança Pública.

Conforme o edital n.° 01/2020, publicado no Diário Oficial da União (DOU), as contribuições podem ser feitas pela plataforma de consulta pública desenvolvida pela Câmara dos Deputados, no portal e-Democracia. Para acessar a consulta é necessário realizar um cadastro no endereço eletrônico HTTPS://edemocracia.mj.gov.br.

Passo a Passo

Acesse o site HTTPS://edemocracia.mj.gov.br e clique em “CADASTRAR” que aparece no canto superior direito da tela do computador ou celular, em seguida preencha os dados (nome, e-mail, senha, etc), selecione a opção “NÃO SOU ROBÔ” e na sequência “CADASTRAR”. As informações serão enviadas para o e-mail informado, para onde serão enviadas as orientações para validação do cadastro.

Qualquer pessoa, física ou jurídica, pode participa da consulta pública, que ocorre exclusivamente pela internet (HTTPS://edemocracia.mj.gov.br/wikilegis/ .

Caso tenha dúvidas o interessado pode entrar em contato com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, pelo endereço eletrônico consultapublicapnsp@mj.gov.br.

SUSP

A criação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) é um marco divisório na história do país. Implantado pela Lei nº 13.675/2018, sancionada em 11 de junho de 2018, o SUSP dá arquitetura uniforme ao setor em âmbito nacional e prevê, além do compartilhamento de dados, operações e colaborações nas estruturas federal, estadual e municipal.

Com as novas regras, os órgãos de segurança pública, como as polícias civis, militares e Federal, as secretarias de Segurança e as guardas municipais foram integrados para atuar de forma cooperativa, sistêmica e harmônica.

Como já acontece na área de saúde, os órgãos de segurança do SUSP já realizam operações combinadas. Elas podem ser ostensivas, investigativas, de inteligência ou mistas e contar com a participação de outros órgãos, não necessariamente vinculados diretamente aos órgãos de segurança pública e defesa social – especialmente quando se tratar de enfrentamento a organizações criminosas.

O Sistema Único de Segurança Pública tem como órgão central o Ministério da Justiça e Segurança Pública e é integrado pelas polícias Federal, Rodoviária Federal; civis, militares, Força Nacional de Segurança Pública e corpos de bombeiros militares. Além desses, também fazem parte do SUSP os agentes penitenciários, guardas municipais e demais integrantes estratégicos e operacionais do segmento da Segurança Pública.

A lei do SUSP criou também a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS) para fortalecer "as ações de prevenção e resolução pacífica de conflitos, priorizando políticas de redução da letalidade violenta, com ênfase para os grupos vulneráveis". A Política será estabelecida pela União e está prevista para valer por dez anos. Caberá aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios estabelecerem suas respectivas políticas a partir das diretrizes do Plano Nacional.

Publicado por: Assessoria de Comunicação Social da PMMS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 26 de Outubro de 2020
Domingo, 25 de Outubro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)