Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/10/2015 12:30

Sociedade de Pediatria recomenda que médicos receitem livros às crianças

Saúde Plena

Receite livros. Essa é a recomendação da nova campanha da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) que tem o objetivo de divulgar a importância da leitura para o desenvolvimento infantil. Lançada este mês, a publicação 'Receite um livro: Fortalecendo o desenvolvimento e o vínculo' divulga as evidências científicas atualizadas sobre o impacto da leitura na vida das crianças. Entre os benefícios da leitura na primeira infância (até 6 anos) a SBP cita:

- o fortalecimento do vínculo da criança com quem lê para ela
- o desenvolvimento da atenção, concentração, vocabulário, memória e o raciocínio
- estímulo à curiosidade, imaginação e criatividade
- ajuda a criança a perceber e a lidar com os sentimentos e as emoções
- possibilita à criança conhecer mais sobre o mundo e as pessoas
- auxilia no desenvolvimento do sentimento de empatia, que é a capacidade de colocar-se no lugar do outro
- ajuda a minimizar problemas comportamentais como agressividade, hiperatividade e comportamento arredio
- auxilia na boa qualidade do sono
- estimula o desenvolvimento da linguagem oral

Segundo a SBP, os primeiros anos da vida de uma criança são fundamentais para seu desenvolvimento: “É nesse período que a formação de conexões cerebrais é mais propícia. Além disso, há cada vez mais evidências de que a arquitetura do cérebro é construída a partir das experiências vivenciadas. Por isso, é muito importante oferecer cuidado, afeto e estímulos o mais cedo possível à criança, até mesmo durante a gestação, para que ela possa desenvolver de forma plena habilidades como pensar, falar e aprender”.

Recomendação médica
Presidente do Departamento de Pediatria do Desenvolvimento e Comportamento da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Ricardo Halpern diz que um estudo realizado no Brasil com crianças de 2 anos de idade mostrou que entre os principais fatores de risco para atraso no desenvolvimento estavam questões como ausência de materiais de literatura infantil em casa e de alguém que pudesse contar histórias à criança. “As crianças que não tinham livros em casa e aquelas a quem não haviam sido contadas histórias tinham duas vezes mais chance de apresentar atraso no desenvolvimento. Esse risco foi maior do que ter nascido com baixo peso”, afirma o médico na publicação.

Nova campanha da SBP pede que pediatras receitem livros às crianças
Em 2014, a American Academy of Pediatric (AAP) divulgou uma recomendação para que os pediatras promovam a leitura durante as consultas regulares desde a primeira infância até pelo menos o ingresso das crianças na pré-escola, inclusive com a oferta de livros infantis nos consultórios.

Veja o que a AAP e a SBP sugerem aos pediatras:

- Informem a todos os pais que ler em voz alta para seus filhos desde o nascimento pode enriquecer o relacionamento e as interações entre pais e filhos, o que aumenta o desenvolvimento social e emocional das crianças e, ao mesmo tempo, constrói circuitos cerebrais que as preparam para aprender as habilidades de linguagem e alfabetização.

- Orientem os pais a mostrar as ilustrações para a criança e depois deixar que ela mesma manuseie o livro. Isso enriquece o seu repertório e auxilia no desenvolvimento motor.

- Aconselhem a todos os pais que realizem atividades de leitura adequadas ao desenvolvimento de cada criança de forma que sejam prazerosas para os pais e aos filhos e que ofereçam uma rica exposição à linguagem e à escrita.

Na publicação, a entidade orienta também como incluir o estímulo à leitura na prática clínica.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)