Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/01/2008 18:29

Sobe para cinco número de mortes por febre amarela

Mariana Jungmann /ABr

Brasília - A Secretaria de Saúde de Goiás confirmou nesta tarde que mais duas pessoas morreram de febre amarela no estado. Agora, o total de mortes pela doença no país subiu para cinco.

Os exames sorológicos divulgados hoje (15) pelo Laboratório Central de Goiás (Lacen) deram positivo para a doença nos casos do espanhol Salvador Perez de La Cal, e da aposentada Maria Geraldina Siqueira. Moradora de Mogi das Cruzes (SP), a aposentada passou as festas de fim de ano na cidade goiana de Rubiataba.

Internado no dia 10 no Hospital de Doenças Tropicais, em Goiânia, La Cal morreu no último sábado (12). Já a aposentada esteve internada em um hospital de Ceres, no sul do estado, e faleceu no dia 9.

Segundo a secretaria, foi colhido material das duas vítimas para outros exames em laboratórios de referência, como determina o Ministério da Saúde. Ainda existem sete pacientes internados com suspeita da doença em Goiás.

Hoje (15), a Secretaria da Saúde do Paraná confirmou a morte de um homem de 47 anos que estava internado com febre amarela em um hospital de Maringá, no norte do estado. Ele morreu no dia 8 e tinha viajado no final do ano para Caldas Novas (GO).

Ontem (14), o governo de Goiás confirmou que um homem de 24 anos morto no último dia 2 tinha a doença. No último dia 8, Graco Carvalho Abubakir, 38 anos, também morreu vítima de febre amarela em Brasília. Morador da capital federal, ele viajou a Pirenópolis (GO) e deu entrada no Hospital Santa Luzia no último dia 4, com febre alta e dores na cabeça e no corpo.

Além das mortes, há mais um caso confirmado de febre amarela no país. Em São Paulo, uma mulher diagnosticada com a doença permanece internada na unidade Morumbi do Hospital São Luiz em recuperação.

Segundo o Ministério da Saúde, todos os casos da doença confirmados até agora são de pessoas que viajaram para regiões de risco e entraram em área de mata sem estarem vacinadas.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)