Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/06/2014 07:46

Sob protesto dos próprios jurados, candidata de Três Lagoas vence Miss MS

Paula Maciulevicius, Campo Grande News
Erika Moura foi eleita na noite deste sábado, na disputa com outras 13 candidatas. (Fotos: Marcos Ermínio)Erika Moura foi eleita na noite deste sábado, na disputa com outras 13 candidatas. (Fotos: Marcos Ermínio)

 

A nova Miss Mato Grosso do Sul é de Três Lagoas, tem 19 anos e trabalha como comerciante. Erika Moura foi eleita na noite deste sábado, na disputa com outras 13 candidatas no concurso realizado no shopping Campo Grande. Mas, até que se chegasse ao nome dela, houve protesto dos jurados. Na prática, o voto deles não escolheu quem seriam as cinco finalistas. O que deixou de fora, uma forte candidata, Juliana Grisoste, a Miss Campo Grande.

A apresentação das meninas ao público seguiu o que é de praxe. Desfile em traje de gala e de banho. Ao final destes, já foram anunciadas as 10 semifinalistas. E destas, saíram as top 5. O anúncio da misses de Dourados, Corumbá, Chapadão do Sul, Bonito e Três Lagoas, surpreendeu os jurados. O corpo técnico formado por 11 profissionais entre eles, o artista plástico Humberto Espíndola, a promotora do MPE, Paula Volpe e a jornalista Carmen Cestari, tinha sido unânime em votar na Miss Campo Grande, que não estava entre as modelos selecionadas. Na lista, aparecia a representante de Dourados, que teve apenas um voto na noite.

Com a escolha sem valer, o júri pediu um posicionamento imediato da organização do evento e exigiu que fosse ressaltado que as cinco já estavam selecionadas. Carmen Cestari explicou ao público que foram entregues aos jurados uma súmula com 10 nomes para escolher as cinco candidatas e que praticamente todos os jurados colocaram Campo Grande.

Jurada Carmen Cestari pediu explicações à organização que não falou que as meninas já estavam selecionadas.

“Cada um dos membros entende que isso é muito sério. Cada um recebeu uma súmula com 10 candidatas e era para marcar um “x” nas cinco. Nossa representante merecia estar ali. Por gentileza, esclareçam todo o problema. Se nós todos votamos, ela teria que estar lá. Não por ser de Campo Grande, não porque estamos em Campo Grande, mas porque ela realmente merecia estar ali”, defendeu Carmen. Na argumentação, a jurada comentou que havia uma reunião marcada entre o júri e a organização para 18h de hoje e que não aconteceu.

Em resposta, a produtora executiva Melissa Tamaciro explicou que por uma falha deles, não houve a tal reunião, que são os critérios do Miss Brasil esta seleção das cinco e que as modelos já tinham conhecimento das regras.

“A Band passa por todos os regionais, seleciona as top 10 e as top 5. O júri local faz avaliação das top 5. Regionalmente avaliamos e depois comparamos as notas entre a equipe técnica e o mercado regional”, esclareceu Melissa. A explicação feita ao público foi seguida de vaias. O desconforto para todo o quadro de jurados fez com que, elegantemente, a jurada Carmem Cestari deixasse a bancada.

“A gente acredita que votou na finalista. Era para ter essa reunião, que por algum motivo não teve. Quando chamaram as cinco e Campo Grande não estava, questionamos porque votamos se não escolhemos e isso não foi informado. Foi desconfortável, porque o júri não tinha essa informação”, sustentou Paula Volpe.

O evento continuou com o anúncio das posições. Em quinto lugar ficou a Miss Dourados, Bruna Perillo, de 19 anos, seguida de Miss Corumbá, Monique Maria, de 23 anos. Em terceira posição, foi anunciada Miss Chapadão do Sul, Luana Queiroz e no segundo lugar, a Miss Bonito, Camile Santos, de 20 anos.

O título de Miss MS veio para Erika e seu 1,75m de altura. Sorridente, ela disse ao Lado B que a coroa era homenagem a um tio, que morreu durante a seletiva e que ela não pode ir ao velório. Agora Miss, Erika que tem duas papelarias em sociedade com a mãe, no município de Três Lagoas, quer desenvolver trabalhos filantrópicos.

“Relembrei tudo o que vivi aqui nesse palco e não foi fácil. Não é fácil para ninguém. Foi empenho e eu me orgulho de representar o meu município”.

Apesar de ser praticamente unânime o voto dos jurados, a Miss Campo Grande, Juliana Grisoste, nem entrou nas 5 finalistas.Apesar de ser praticamente unânime o voto dos jurados, a Miss Campo Grande, Juliana Grisoste, nem entrou nas 5 finalistas.
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)