Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/10/2004 09:55

Só sobre o meu cadáver essa divisão”, desafia Maggi

Rubens de Souza e Valdemir Roberto/24HorasNews

O governador Blairo Maggi se irritou nesta manhã ao acompanhar as informações sobre projeto em tramitação na Câmara, de autoria do deputado federal Almir Moura (PL-RJ), propondo a divisão dos estados amazônicos, incluindo Mato Grosso. “Só sobre o meu cadáver essa divisão”, declara. Maggi se reportou à reunião mantida na semana passada com o presidente Lula, quando este garantiu que não há nenhum projeto do Executivo para a divisão de Mato Grosso.

“O país tem coisa mais importante para fazer. Já pensou criar mais dois, três Estados, Assembléia Legislativa, mais deputados federais, senadores, Tribunal de Contas, de Justiça, Ministério Público. É uma coisa impossível de pensar neste instante, quando o país precisa de muitas outras coisas”, analisa.

Atualmente quatro projetos tramitam no Congresso Nacional sobre a divisão: nº 495/2003, nº 850/2001, nº 49/2003 e nº 606/2003. Os dois primeiros tratam de plebiscitos para consulta à população, enquanto os demais requerem diretamente a divisão do Estado. “Esses projetos tem que ser discutidos no Legislativo. Mas não acredito que o Congresso tenha força de aprovar um projeto desse sem o aval do Executivo”, lançou Maggi.

Em entrevista, Blairo procurou acalmar a população. “Enquanto eu for governador de Mato Grosso estarei lutando constantemente contra qualquer idéia nesse sentido. Sempre me posicionei contra a divisão do Estado porque não há espaço para isso. Quando assumi o governo havia uma vontade popular no Norte de Mato Grosso para fazer uma separação. Hoje, depois de dois anos de trabalho, essa vontade é muito pequena. Isso significa que o governo foi para o interior e integrou a região Norte a Cuiabá”, destaca.

Ao final da conversa com os jornalistas, na sala vip do Palácio Paiaguás, Maggi ainda destinou tempo a brincadeiras. “Sou mais favorável a buscar Mato Grosso do Sul de volta”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)