Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/04/2008 20:11

Só 5 agentes cuidavam de presos quando motim começou

Marta Ferreira e Nadyenka Castro/Campo Grande News

Havia 94 e não 76 visitantes o Centro de Triagem do complexo penitenciário de Campo Grade, onde presos fazem um motim desde às 13h de hoje. A contagem é dos agentes penitenciários que atuam no local e diverge da que havia sido apresentada pela Polícia Militar, que está negociando com os presos. Ainda segundo informações do Sindicatdos Agentes Penitenciários, havia cinco deles fazendo a guarda dos presos, quando o necessário seriam pelo menos 15.

Um dos funcionários, o oficial penitenciário identificado apenas pelo primeiro nome Abdulone, está sendo mantido refém desde que a rebelião começou. Dos visitantes, só uma mulher, grávida de quatro meses, foi libertada.

Um preso é apontado como líder da ação dos detentos, Augusto César Souza. Pelo que a reportagem apurou, Souza é ex-integrante da facção criminosa PCC, com a qual teria contraído dívidas. Ele teria planejado fugir da unidade, pela porta da frente, e como não deu certo, ele e outros cinco deram início ao motim. Pegaram o oficial penitenciário como refém e tentaram pegar os outros dois que estavam de plantão.

Souza chegou na Máxima no dia 8 de março de 2007, vindo da Polinter, e no dia 30 de janeiro foi transferido para o Instituto Penal de Campo Grande, voltando para a Máxima no dia 11 de fevereiro. O detento está no Centro de Triagem desde 22 de fevereiro, conforme informações de sua ficha. Ele teria sido transferido da Máxima para o Centro de Triagem porque corria risco de morte, justamente por conta das dívidas contraídas junto à facção criminosa.

Homens da Tropa de Choque, um dos grupos da PM (Polícia Militar) que integram a Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) entrou no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima para garantir a saída dos visitantes que estão no local com segurança.

Policiais do mesmo grupo também entraram no Centro de Triagem, em menor quantidade. O local está sem água e sem energia, tática comum da polícia nesse tipo de negociação.

A advogada do preso considerado líder do motim, Isleide Veloso Augusto, está no local, e uma das exigências do grupo é que ela entre para negociar. Por enquanto, a negociação é feita via telefone, por um oficial da Cigcoe.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)