Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/09/2016 06:45

Snowden pede que Obama lhe perdoe antes de deixar a Casa Branca

Midiamax

 

Edward Snowden, ex-colaborador da Agência de Segurança Nacional americana (NSA), pediu nesta terça-feira (13/09) que o presidente Barack Obama lhe conceda o perdão antes de deixar a Casa Branca. Em 2013, ele revelou um amplo esquema de espionagem do governo dos Estados Unidos.

Em entrevista ao jornal britânico "The Guardian" por videoconferência a partir de Moscou, onde está asilado desde 2013, Snowden afirmou que as suas ações foram "necessárias" e, mais do que isso, beneficiaram o país. "Se não fosse por essa divulgação, por essas revelações, estaríamos pior", disse.

"Sim, há leis que dizem uma coisa, mas talvez seja por isso que exista o poder do perdão – para as exceções, para as coisas que parecem ilegais no papel, mas que, quando as vemos do ponto de vista moral e ético, quando vemos os resultados, mostram que eram necessárias", acrescentou ele.

Snowden ainda destacou que "nunca houve evidências públicas de que qualquer indivíduo tenha sido prejudicado" como resultado de suas revelações.

O americano de 33 anos vive há três anos na capital da Rússia, desde que divulgou milhares de documentos secretos da NSA, expondo o sistema de vigilância mundial americano. Nos EUA, ele foi acusado de traição de segredo de Estado e pode pegar até 30 anos de prisão.

Na entrevista, Snowden pede que Obama lhe conceda o perdão antes de deixar a presidência em 2017, ano em que também expira sua permissão de residência na Rússia. Em todo caso, ele disse estar preparado para ir à prisão nos EUA, pois está "disposto a fazer muitos sacrifícios" pelo seu país.

Enquanto isso, o governo americano insiste que Snowden volte aos Estados Unidos para enfrentar as acusações. Na segunda-feira, o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, já havia declarado que os vazamentos feitos pelo ex-analista "prejudicaram os EUA" e constituem "crimes sérios" contra o país, por isso pede a extradição do americano. Em 2015, o governo americano rejeitou um pedido com mais de 150 mil assinaturas para que o whistleblower fosse perdoado.

Ao longo dos próximos dias, estreia nos cinemas mundiais o filme Snowden, do diretor Oliver Stone, que relata a história por trás dos vazamentos. O cineasta veterano já chegou a declarar publicamente sua opinião favorável ao perdão de Snowden por parte dos Estados Unidos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)