Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/08/2010 14:53

SinMed repudia projeto que põe lista de médicos em posto

Campo Grande News/ Aline dos Santos

O projeto da Câmara Municipal determinado que a lista com os nomes e horários de trabalho dos profissionais de saúde seja afixada nos postos 24 horas provocou repúdio da classe médica de Campo Grande.

De acordo com o presidente do SinMed/MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), Marco Antônio Leite, a proposta foi aprovada na última terça-feira. “O projeto era para colocar as listas em todas as unidades de saúde, depois, uma emenda restringiu aos postos 24 horas”, explica.

O projeto de Lei 6594/09 é de autoria dos vereadores Clemêncio Ribeiro (PMDB), Airton Saraiva (DEM) e Vanderlei Cabeludo (PMDB).

Marco Leite defende que a medida não vai diminuir as filas, não trará nenhuma melhoria nas condições de atendimento nos postos de saúde, além do grande potencial de acirrar as desavenças entre profissionais e pacientes.

Neste ano, a lotação nos postos já ocasionou violência contra médicos da rede municipal. Ele denuncia que a falta de médicos é que compromete o atendimento.

O presidente do SinMed exemplifica com situação das UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino e Vila Almeida. Segundo ele, não há condições de atendimento se o local não contar, no mínimo, com cinco clínicos gerais.

Contudo, as unidades funcionam com até três médicos. “Isso é um absurdo, porque vai represar os atendimentos”, salienta. Segundo o sindicato, nas UPAs, um clínico geral atende somente urgências e emergências e os outros profissionais ficam responsáveis pelas demais consultas.

De acordo com Marco Leite, a proposta também terá dificuldade na execução. “Os nomes vão ficar expostos em um painel. E se o médico precisar trocar o plantão com um colega?”, questiona.

O projeto ainda será analisado em segunda votação. “Queríamos era o apoio dos vereadores para um plano de cargos e carreiras, isso sim poderia ajudar a melhorar a situação da saúde”.

O Campo Grande News tentou entrar em contato com os vereadores Airton Saraiva e Vanderlei Cabeludo.
Conforme o projeto, a lista é para “que cada cidadão possa fiscalizar e cobrar um atendimento de qualidade e o cumprimento dos horários”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)