Cassilândia, Domingo, 30 de Abril de 2017

Últimas Notícias

25/06/2014 13:26

SIMULAÇÃO: três crianças são resgatadas de incêndio em escola da capital

Midiamax

Na manhã desta quarta-feira (25) alunos da escola particular General Osório, localizada na Rua São Paulo, entre as ruas Bahia e Rio Grande do Sul, no Jardim dos Estados, área central de Campo Grande, participaram de uma simulação de incêndio. A intenção foi preparar os brigadistas, professores, funcionários e os estudantes para saber como agir em situação de perigo e risco.

Três crianças foram voluntárias para serem resgatadas de dentro da instituição. Uma delas tinha uma fratura na perna e outras duas inalaram a fumaça do incêndio. No total participaram crianças do jardim 3 ao 5º ano.

A ação contou com o apoio do Corpo de Bombeiros e da PM (Polícia Militar) para que mantivesse a segurança dos populares durante o procedimento. Eles simularam um incêndio dentro do estabelecimento.

Com isso, o prédio foi desocupado e três alunos ficaram para trás. Brigadistas da escola, com o Corpo de Bombeiros iniciaram os procedimentos para regatar os alunos, que foram socorridos e salvos.

Pelo menos três viaturas foram acionadas, 12 bombeiros participaram da simulação, com os brigadistas da escola. Foram gastos cinco mil litros de água. Ação de chegada à escola até o resgate dos alunos, além de conter as chamas, durou dois minutos e 40 segundos.

A diretora e professora da escola, Daniela Santos Pinha, contou que esta é a primeira vez que esta unidade passa por uma simulação. “Temos duas unidades institucionais, a outra já teve uma simulação desta. A nossa intenção é preparar funcionários, alunos e principalmente os brigadistas que passaram por uma formação o ano passado. É bem diferente a teoria da prática, então isso tudo foi preparado para que todos saibam como agir em uma situação de risco”, explica.

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros, Paulo Costa Neto, a ação foi um sucesso. “O trabalho em conjunto deu resultado e com certeza se mais escolas adotassem um procedimento deste, seria melhor para todos os envolvidos saberem como agir e até os socorristas entenderem os pontos de saída de emergência de cada instituição”, revela.

Simulação de incêndio em escola da Capital (Foto: Arlindo Florentino)Simulação de incêndio em escola da Capital (Foto: Arlindo Florentino)
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)