Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

30/03/2006 16:17

Setor sucroalcooleiro confirma expansão em MS

Cristiane Sandim

A expectativa de crescimento do setor sucroalcooleiro em Mato Grosso do Sul vem se confirmado com as constantes notícias de investimento no Estado, e segundo o secretário de Produção e Turismo (Seprotur), Wilson Roberto Gonçalves, mais uma será adicionada à lista, a Usina Laguna Álcool e Açúcar Ltda. Dessa vez o investimento será no município de Bataiporã, cerca de R$80 milhões com geração de 1.250 empregos direto.



O grupo responsável pela instalação da usina já havia apresentado a carta de intenção ao Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI), em dezembro passado e durante visita a Seprotur, ontem (29), ratificou a intenção. Segundo Gonçalves, os empresários também afirmaram que cerca de 600 hectares de cana-de-açúcar já estão sendo plantados no município, o número deve subir para 5 mil até 2007. Ainda segundo ele a previsão de moagem inicial é de 1 milhão toneladas/safra sendo que a primeira colheita deve acontecer em abril do próximo ano.



Um fator interessante é que o grupo de investidores – formado por três empresários do interior paulista – é iniciante no ramo e irá instalar a usina em uma área própria onde anteriormente investiam em lavouras de milho e soja, aproximadamente 4,5 mil/ha, integradas a criação de 28 mil cabeças de gado.



“Estamos apostando na diversificação dos negócios. É uma forma de buscar segurança financeira, gerar e distribuir renda”, explica um dos sócios, o empresário Marcos Medeiros Marchese. Ainda segundo ele o investimento na produção agropecuária (soja, milho e boi) permanece, porém em outras propriedades do grupo. É uma confirmação do que sempre prevíamos: os próprios produtores compreenderam a necessidade de diversificar a renda”, analisa o secretário.



Instalada em uma área de cerca de 60 hectares – 50 há do parque industrial e 10 mil de lavoura – o projeto deverá ser ampliado até 2008 quando a indústria deverá operar com toda sua capacidade. Nesse período, segundo Wilson Gonçalves, a Usina Laguna deverá trabalhar em parceria com produtores da região através de arrendamento de terras para ampliação da lavoura. Nesse período, quando a indústria já deverá estar produzindo açúcar e álcool, cerca de 80% já deverá seguir caminho para o mercado internacional. “Nossos principais consumidores serão o Japão e os Estados Unidos”, confirma o empresário Romildo Carvalho Cunho, outro integrante do grupo.



O SETOR HOJE



Dados do CDI mostram que Mato Grosso do Sul conta atualmente com nove usinas instaladas em oito diferentes municípios – Aparecida do Taboado, Dourados, Iguatemi, Maracajú, Naviraí, Rio Brilhante, Sidrolândia e Sonora – e com mais duas já em fase de implantação – Dourados e Maracajú. O investimento entre as instaladas somadas as que estão se instalando ultrapassa o montante de R$751 milhões e chegam a gerar 15.074 empregos direto.



O que mais surpreende é que entre os processos de benefícios fiscais que se encontram em andamento junto ao CDI, o investimento chega a dobrar com relação ao valor citado anteriormente (entre as instaladas e em processo de implantação). São mais de R$ 1,5 bilhões com a oferta de 12.305 empregos em 11 municípios – Anaurilândia, Angélica, Bandeirantes, Batayporã, Costa Rica, Eldorado, Itaquiraí, Ivinhema, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba e Vicentina.



E a tendência realmente parece ser de crescimento. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a área plantada no Estado na safra 2005/2006 – dados de fevereiro – deverá ultrapassar os 151,5 mil/ha, um crescimento de 11,9% em relação a safra passada, quando ocupou uma área de 135.427 mil/ha. Comparado com Estados como Mato Grosso e Goiás, ocupa o maior índice da região Centro-Oeste – MT registrou uma variação negativa de 0,05% e GO um crescimento de 3,39% enquanto que o Brasil ocupa um saldo positivo de 0,21% subindo de 6,56 milhões/ha para 6,58 milhões/ha. Os dados estão disponíveis no site www.ibge.gov.br.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)