Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/07/2005 16:07

Setor agrícola continua insatisfeito com auxílio federal

Aline Rocha / Campo Grande News

Com a avaliação de ontem a respeito da ajuda prestada pelo governo federal, o setor agrícola ainda está insatisfeito com as medidas tomadas até agora pelo governo para reduzir os efeitos da crise na agricultura.
Conforme informações da CNA, nem o anúncio de prorrogação das dívidas de custeio para produtores da Bahia e do Centro-Oeste agradou totalmente. Eles querem que o benefício se estenda a todo País.
"Solicitamos a prorrogação do custeio para todo o país", disse Carlos Sperotto, vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que apresentou, na quinta-feira, um balanço das medidas tomadas após o tratoraço de junho.
Na terça-feira, o governo anunciou a prorrogação do custeio de 2004/05 para produtores de arroz, soja, algodão, milho, trigo e sorgo do Centro-Oeste e da Bahia. Pela medida, as parcelas vencidas e vincendas de junho, julho e agosto de 2005 poderão ser liquidadas em março e abril de 2006.
Ontem, o governo anunciou a liberação de R$ 3 bilhões aos produtores. A liberação também recebeu críticas. O motivo é que o governo tinha anunciado inicialmente R$ 1 bilhão e depois mais R$ 3 bilhões para produtores renegociarem dívidas com fornecedores de insumos. Esses últimos R$ 3 bilhões, no entanto, "viraram R$ 2 bilhões", segundo Sperotto.
A CNA considera positiva a publicação da regulamentação das operações com recursos do FAT no Diário Oficial, o que permitirá que elas comecem a ser contratadas na próxima semana. Outra medida considerada positiva foi o compromisso da regulamentação da importação de agroquímicos do Mercosul e das operações de drawback, o que pode reduzir os preços desses produtos. Com informações do Valor Econômico.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)