Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/05/2016 09:00

Sete segredos para criar uma rotina para o bebê

BabyCenter

Quando o bebê tem hora para dormir, comer e brincar, a vida de seus pais -- e também a dele -- fica muito mais fácil. Mas por onde começar? Veja aqui sete conselhos essenciais para estabelecer uma rotina que funcione.

Acostume o bebê desde cedo a seguir uma rotina para dormir

Para fazer o bebê entrar em um horário, o mais importante é a rotina noturna, dizem os especialistas. Quando o bebê tem um horário para dormir sempre igual, ele entra naturalmente na rotina durante o dia, e a maneira mais fácil de estabelecer esse horário é criando uma rotina noturna que você e o bebê possam seguir facilmente todas as noites.

Nos primeiros meses não tem muito como forçar uma rotina, mas você pode começar a treinar com seu bebê a partir dos 2 meses de idade.

A recomendação básica é que a rotina da hora de dormir seja simples: um banho quentinho, vestir um pijama, mamar e ir para a cama. Nos primeiros meses você pode deixar o bebê pegar no sono enquanto mama, mas os especialistas recomendam tentar colocar o bebê acordado na cama a partir dos 3 ou 4 meses para que ele aprenda a dormir sozinho.
Ajude seu bebê a perceber a diferença entre o dia e a noite

Nas primeiras semanas de vida, muitos bebês trocam a noite pelo dia, dormindo muito durante o dia e ficando totalmente acesos quando começa a escurecer. Um passo muito importante para que seu bebê entre na rotina é ajudá-lo a diferenciar o dia e a noite.

Durante o dia, mantenha a casa bem iluminada e com os ruídos normais (telefone, televisão, aspirador de pó), mesmo que o bebê estiver dormindo. Faça exatamente o contrário à noite. "Às 19h começo a reduzir o barulho e apagar as luzes", conta uma mãe da comunidade BabyCenter.

Outra dica: procure não conversar muito com o bebê durante as mamadas noturnas para que ele aprenda que a noite é para dormir, e é de dia que conversamos e brincamos.
Aprenda a interpretar os sinais do bebê

Enquanto você procura a melhor maneira de estabelecer horários para o bebê, você encontrará ajuda em sites, livros, através do seu pediatra e também de outros pais. A melhor informação, no entanto, virá do próprio bebê. É ele quem vai lhe dizer exatamente o que precisa e quando, você só tem que aprender a ler os seus sinais.

Conforme os pais vão convivendo com o bebê, a informação que recebem é processada através de sua própria experiência. O "instinto" paterno e materno se desenvolve quando os pais começam a conhecer o temperamento da criança e a aprender o que funciona melhor com seu bebê.

Prestando bastante atenção aos gestos e sons do seu bebê, você aos poucos vai poderá antecipar suas necessidades e isso facilitará muito as coisas para todo mundo. Aprender a descobrir o que seu bebê precisa -- e quando -- exige dedicação e paciência, mas com o tempo você notará certos padrões de comportamento.

E, se você for do tipo organizado, pode anotar os horários em que ele dorme, come, brinca e assim por diante, usando um caderno, aplicativo ou computador, para depois usar essa tabela para determinar a rotina do bebê.
No começo, coloque a rotina do bebê em primeiro lugar

Se você quer motivar seu bebê a ter horários ou está observando seus padrões de comportamento para determinar sua rotina, dê prioridade a esse processo, pelo menos durante as primeiras semanas. Evite se desviar da rotina com refeições fora de casa, passeios que atrasem as sonecas e outras interferências.

Uma vez que você estabeleça um padrão de sono e alimentação, sair da rotina uma vez ou outra não vai desacostumar o bebê. Mas o melhor é manter os horários enquanto o bebê ainda está se acostumando à rotina.
Espere mudanças perto de surtos de crescimento

Você já pensou como seu filho muda no primeiro ano de vida? Ele quase triplica de peso e realiza grandes façanhas, como sentar sozinho, engatinhar e até andar.

Também há momentos ao longo do primeiro ano em que o bebê parece querer mamar mais: são os chamados surtos de crescimento, momentos em que o bebê muda de patamar na quantidade de leite que toma, para sustentar um rápido desenvolvimento.

Nesses períodos, e sempre que aprende algo importante, é comum o bebê fugir dos horários normais. Pode que ele tenha mais fome, precise dormir mais ou volte a acordar várias vezes no meio da noite. Aguente firme: logo ele vai voltar à rotina normal ou... essas mudanças podem ser um sinal de que está na hora de ajustar sua rotina.

Resfriados e doencinhas também jogam a rotina para o espaço. Espere o bebê melhorar e só então volte a estabelecer os horários para tentar reacostumá-lo.
Ajuste os horários do bebê conforme a idade dele

Quando o bebê finalmente entrar em um horário previsível, vai ser hora de mudar de novo! Conforme ele for crescendo, seu filho precisará de menos sonecas durante o dia e mais estímulos e brincadeiras. Ele também precisará de alimentos sólidos, começando com uma refeição por dia e aumentando gradualmente.

À medida que essas mudanças no desenvolvimento da criança acontecem, seus horários mudam também. Para ter uma ideia do que esperar, leia mais sobre o desenvolvimento do bebê e veja nossos exemplos de horários para bebês que só tomam leite, bebês que estão começando a comer outros alimentos e bebês que já almoçam e jantam.
Não espere perfeição

Algumas das rotinas guiadas pelos pais criam a expectativa de que o bebê funcionará como um reloginho.

É verdade que os bebês gostam de rotina, mas haverá mudanças diárias à medida que ele for crescendo. Às vezes, por um motivo ou outro, seu bebê vai pular uma soneca, ter mais fome ou acordar antes de o sol nascer. A sua vida também continua, com férias, filhos mais velhos, planos com a família e amigos, coisas que você precisa fazer e outros fatores que alteram um pouco sua vida diária.

Não há problema nenhum em variar a rotina, desde que seu bebê esteja dormindo, brincando, se alimentando e recebendo todo o amor e carinho que precisa para crescer bem.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)