Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/04/2011 09:05

Servidores do Judiciário de MS fazem greve hoje

Campo Grande News/ Vivianne Nunes

Servidores do Judiciário de Mato Grosso do Sul paralisam hoje as atividades e protestam por melhores condições salariais de trabalho. No total são 3,2 mil trabalhadores que, segundo o presidente do Sindjus (Sindicato dos Servidores da Justiça de Mato Grosso do Sul), Dionízio Gomes Avalhaes, não foram contemplados no último reajuste de 6%, se quer com os índices de reposição da inflação dos últimos anos.

Em entrevista ao Campo Grande News, o líder sindical afirmou que cerca de 360 pessoas irão participar do manifesto que começa às 11h em frente ao Juizado Central, que fica na Rua Joaquim Murtinho. O grupo segue depois para o Fórum da Capital e por volta das 13h estarão no Tribunal de Justiça do Estado, no Parque dos Poderes.

O presidente do Tribunal de Justiça, Luiz Calos Santini, chegou a afirmar durante entrevista coletiva à imprensa que cortaria o ponto dos servidores que aderissem a paralisação. Em resposta às afirmações do presidente, o sindicalista afirmou que todos os trabalhadores estão preparados para isso. “É consequência”, afirmou.

Gomes explica que a categoria entra, a partir de hoje, em \"estado de greve\", o que significa que uma paralisação por tempo indeterminado pode ocorrer a qualquer momento.

Os manifestos ocorrem também nas comarcas do interior de Mato Grosso do Sul.

Além das questões salariais, a categoria reivindica também que o expediente seja de doze horas com dois turnos, começando as 7h e encerrando às 19h.

Nesta terça-feira (12), o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), aprovou o acréscimo de um trecho para flexibilizar a medida que determinou o atendimento na Justiça das 09h às 18h ininterrupto. A resolução ainda não foi publicada e a medida só entra em vigor 60 dias após a publicação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)