Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/09/2017 10:35

Servidores da Educação paralisam atividades e protestam na Assembleia

Ricardo Campos Jr. e Leonardo Rocha, Campo Grande News
Os servidores estaduais de Cassilândia que viajaram para Campo Grande.Os servidores estaduais de Cassilândia que viajaram para Campo Grande.

Cerca de 600 funcionários dos setores administrativos da educação paralisaram as atividades nesta quarta-feira (20) e realizam um protesto na Assembleia Legislativa para tentar o apoio dos parlamentares às suas reivindicações, entre elas, a incorporação no salário de um abono de R$ 200

Munidos com faixas, cartazes e gritando frases de ordem, o grupo lota o auditório do plenário. Antes da sessão, eles fizeram encenações com malas de dinheiro e gritaram nomes de operações anticorrupção realizadas no estado, como Coffe Break, Lama Asfáltica e Máfia do Câncer.

Jaime Teixeira, presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) explica que atualmente um servidor administrativo na Educação começa a carreira ganhando R$ 805 mais o adicional, que eleva o vencimento para R$ 1005.

Quando começaram as negociações salariais, o governo ofereceu 2,94% de aumento sobre o valor bruto recebido mensalmente, o que desagradou a categoria, que busca a estabilidade dos orçamentos pessoais com a incorporação do valor extra sobre os holerites.

Jaime afirma que a categoria está disposta a aceitar até mesmo uma incorporação parcial, que pelo menos faça o salário inicial chegar a R$ 937, mas o poder público não comprou a ideia e as discussões não avançaram.

“O governo fala em dificuldades financeiras, mas outras categorias conseguiram aumentos superiores a 2,94%, como a Polícia Civil e os professores. Os funcionários administrativos somam 6,5 mil trabalhadores em todo o estado e até pelos salários serem menores, o impacto não será tão grande nos cofres estaduais”, diz o presidente da Fetems.

A categoria suspendeu os trabalhos por 24 horas. Não há informações se a interrupção nas atividades afetou o funcionamento de alguma escola.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)