Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/10/2004 08:15

Sertanista Apoena Meirelles é assassinado

Marina Domingos/ABr

O corpo do sertanista Apoena Meirelles, assassinado no último sábado em Porto Velho (RO), chegou na noite de ontem em Brasilia.

Deverá ficar na capital até às 14h de hoje, quando parte para o Rio de Janeiro. A filha do sertanista, que mora na Suíça, chegará hoje à noite no Rio e por isso o enterro só deverá acontecer na terça-feira (12), no Cemitério do Caju.

O assessor da Fundação Nacional do Índio (Funai), Vitorino Nascimento, que permaneceu em Porto Velho acompanhando o trabalho da polícia, disse que não é possível tirar conclusões sobre a morte do sertanista antes do final das investigações. Ele ressaltou que a linha que está sendo seguida é a de latrocínio (roubo seguido de morte), mas lembrou, também, que Apoena pode ter sido alvo de criminosos uma vez que estava trabalhando como coordenador da Operação Roosevelt, que pretendia encontrar os responsáveis pela chacina que matou 29 garimpeiros no início deste ano na reserva dos índios Cintas-Largas.

“Não posso chegar a essa conclusão, porque a linha de investigação é de latrocínio, mas ele era o coordenador da operação Roosevelt e trabalhava para prender o pessoal que está no contrabando de diamantes”, disse ele.

Ele explicou que a operação foi montada para garantir a integridade dos índios e proibir a entrada de garimpeiros dentro da reserva, enquanto estava em curso o trabalho de apuração da Polícia Federal e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para descobrir os responsáveis pela chacina. “Eles queriam chegar até os intermediários em Pimenta Bueno, onde estão localizadas empresas internacionais que têm interesse na garimpagem”, alertou Nascimento.

Vitorino revelou, ainda, que como coordenador Apoena iria organizar um grupo-tarefa para garantir que os índios pudessem receber recursos do governo para sua sobrevivência, enquanto não fosse regularizada a situação do garimpo. “Ele foi para lá, justamente para organizar o grupo-tarefa para quando o dinheiro chegasse viabilizar a sua distribuição”, informou ele.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)