Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

Últimas Notícias

31/05/2007 16:34

Serra revê decretos sobre autonomia universitária

Bruno Bocchini e Elaine Patricia Cruz /ABr

São Paulo - O governador de São Paulo, José Serra, publicou hoje (31) um decreto declaratório no Diário Oficial do Estado de São Paulo que revê os cinco decretos anteriormente por ele publicados sobre a educação no estado. O texto dá “interpretação autêntica” a quatro deles (nº 51.636, de 9 de março de 2007; nº 51.471 e 51.473, de 2 de janeiro de 2007; e nº 51.660, de 14 de março de 2007) e reformula a redação do decreto que organizava a Secretaria de Ensino Superior (nº 51.461, de 1º de janeiro de 2007).

A revogação dos decretos é a principal reivindicação de alunos, professores e funcionários que vinham realizando manifestações nas três universidades estaduais paulistas, a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp). Segundo os manifestantes, os decretos colocariam em risco a autonomia universitária.

Ontem (30), em carta ao governador, os reitores das três universidades e o presidente da Fundação de Amparo e Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) pediram que o governo “explicitasse e esclarecesse” o alcance dos decretos.

Até a noite de quinta-feira (30), alunos da USP e da Unesp mantinham ocupações em seis campi universitários no estado. Além do prédio da Reitoria da USP, ocupado desde o dia 3, foram tomados por alunos na Unesp o saguão do edifício da direção do campus de Presidente Prudente e também o de Assis; o prédio da vice-diretoria de Franca; e salas de aula em Ilha Solteira e Rio Claro. As ocupações, realizadas de forma pacífica, ocorreram entre os dias 24 e 29. As informações são da Reitoria da USP.

“Esta pauta está centrada na revogação dos decretos que o governador José Serra instituiu e que divulgou no dia 1º de janeiro e que ferem a autonomia universitária e a contratação de funcionários e professores das universidades. Nós sabemos que esses decretos podem levar a universidade a um sucateamento”, explica Fábio de Souza, membro da comissão organizadora de apoio ao movimento de ocupação e estudante de física da Unesp de Ilha Solteira. Lá, segundo ele, há um prédio administrativo e mais 17 salas de aulas tomadas.

Diferentemente do que ocorre na USP, em que a reitoria entrou na Justiça pedindo a reintegração de posse do prédio ocupado, a reitoria da Unesp, por intermédio da sua assessoria de imprensa, informou que não tomou medidas judiciais em relação às ocupações e pretende resolver a situação abrindo a discussão com os alunos. As direções de cada unidade ocupada foram designadas a receber e discutir a pauta dos estudantes.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Abril de 2017
Terça, 25 de Abril de 2017
Segunda, 24 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)