Cassilândia, Domingo, 23 de Abril de 2017

Últimas Notícias

18/05/2007 19:20

Serigrafista que matou irmão é absolvido

TJ/GO

O serigrafista Jefferson Andrade Felipe, de 25 anos, acusado de matar o irmão Jackson Felipe de Andrade, 19, com dois golpes de faca, foi absolvido ontem (17) pelo 2º Tribunal do Júri de Goiânia, presidido pela juíza Zilmene Gomide da Silva Manzolli. O crime foi cometido na noite de 20 de agosto de 1999, na residência da família, localizada no Setor Urias Magalhães. Na sessão, o corpo de jurados entendeu que o serigrafista agiu em legítima defesa própria, conforme sustentou o advogado Édison de Britto Rangel, ao fazer a sustentação oral.

Consta da denúncia que, por volta das 19 horas da noite do crime, Jackson chegou em casa com uma caixa de cerveja, deixando-a na parte de cima do portão e saído logo depois. José Felipe de Andrade, 47, pai dos rapazes, pôs a caixa na geladeira, porém, pegou duas latas. Quando soube do que havia se passado, Jackson discutiu com o pai e em seguida da residência. Ao se deparar com o réu, escorado no portão, a vítima deu-lhe um tapa e este, por sua vez, revidou, com um murro. Enquanto se preparava para atacar Jefferson, com um caco de garrafa, Jackson foi ferido pelo irmão, que escondia uma faca de cozinha. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu às lesões e morreu antes de chegar ao hospital.

Ouvido em juízo, Jefferson confirmou a autoria e disse que seu relacionamento com o irmão era sempre complicado, pois brigavam desde criança, sendo Jackson o "mais provocador". Segundo o réu, naquela noite estava no banho quando ouviu a discussão, e pediu a vítima que respeitasse o pai. Temendo que a briga se agravasse, sua mãe escondeu as facas no quarto do casal, contou. O serigrafista informou que só colocou a faca no bolso porque, quando ia para a igreja, ouviu Jackson falar que iria chamar a polícia para prender o pai. Com receio do que pudesse ocorrer, ficou no portão à espera da viatura, para explicar aos oficiais o que de fato tinha se passado.

Jefferson contou ainda que, ao sair, Jackson o empurrou, dizendo para não entrar em sua briga com o pai. Em seguida, a vítima "partiu para cima" dele com o vidro, instante em que desferiu os golpes. O réu falou também que se arrepende do que fez e que preferia que tivesse ocorrido o oposto. (Sheila Cavalcante)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 23 de Abril de 2017
Sábado, 22 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 21 de Abril de 2017
11:00
Mundo Fitness
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)