Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/08/2004 17:05

Sérgio Assis provoca debate sobre a crise da Santa Casa

Janaina Gaspar

O deputado estadual Sérgio Assis (PSDB) defendeu ontem, durante a primeira sessão ordinária deste segundo semestre da Assembléia Legislativa que a situação da Santa Casa de Campo Grande precisa ser acompanhada de perto pelo Legislativo Estadual. Segundo Assis, existem indícios de ineficiência no que se refere a gestão atual.
“Não quero crucificar o atual presidente, Arthur D’ Ávila, mas acredito que está havendo falhas no gerenciamento o que agravou ainda mais uma crise que se arrastava a vários anos. Quem sofre com isso é principalmente a população carente que tem seu sofrimento explorado em troca de pedidos de repasses maiores do SUS”, argumentou acrescentando que de fato a saúde pública do país atravessa um momento difícil, mas que isso não pode servir de desculpa para a crise da Santa Casa.
Sérgio Assis chegou a defender ainda a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar vestígios de irregularidades, lembrando que o Estado também repassa recursos para a Santa Casa.
“Tenho como exemplo desta má gestão o caso de uma funerária que está atuando nas dependências do hospital desrespeitando a lei municipal que proíbe que duas empresas prestadoras de serviços funerários estejam no mesmo local ou a 100 metros do hospital. (Lei Municipal 2795/91, clausula 2.3). Essa empresa não só está funcionando dentro da instituição como também seus funcionários estão recebendo da Santa Casa, onerando ainda mais a folha de pagamento”, denunciou.
A abertura de uma CPI para investigar a crise financeira enfrentada pela Santa Casa depende da adesão de pelo menos oito deputados, mas Assis aponta que a investigação é possível.
“Conclamo meus colegas de Casa a unir esforços para tentarmos solucionar esta grave situação”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)