Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/08/2004 12:30

Sérgio Assis faz sugestões para solucionar crise

Janaina Gaspar

Durante a audiência pública sobre a crise na Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande, realizada nessa segunda-feira (23), pela comissão permanente de saúde da Assembléia Legislativa, o deputado estadual Sérgio Assis (PSDB) fez várias sugestões para amenizar a grave situação do maior hospital do Estado.
“Acredito que a Santa Casa presta um importante serviço a saúde pública sul-mato-grossense, por isso mesmo não podemos admitir a possibilidade de fechamento dessa instituição. Na minha opinião, além do problema da falta de recursos, fluxo de caixa e o endividamento da instituição, a administração precisa ser mais eficaz. Sugiro a abertura para a participação de novos sócios no conselho gestor e a abertura de um sistema de apadrinhamento, tendo em vista que a instituição é beneficente”, argumentou Assis que chegou a cogitar no início deste mês a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar irregularidades na Santa Casa.
O parlamentar tucano também destacou que não levou em frente sua tentativa de angariar assinaturas para abertura de uma CPI sobre o assunto, atendendo a um pedido do secretario estadual de Saúde, João Paulo Esteves.
“Ele me pediu para não dar continuidade em minha tentativa de abrir a CPI, porque isso atrapalharia no pleito por mais recursos da União para o hospital”, explicou.
Ainda durante a audiência, Sérgio Assis, membro da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia, requereu o direito de participar do grupo permanente que está encaminhando as discussões sobre a crise as Santa Casa na tentativa de encontrar soluções para o problema. Na pauta das discussões está a possibilidade de se fazer um empréstimo de R$ 37 milhões para o pagamento da dívida do hospital, outro assunto debatido pelo grupo é a possibilidade de um acordo em Brasília para a liberação de mais recursos do governo federal, através do Ministério da Saúde.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)