Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/04/2005 08:21

Sérgio Assis fala sobre a pílula do dia seguinte

Janaína Gaspar

O deputado estadual Sérgio Assis (sem partido) irá realizar uma audiência pública no Plenário da Assembléia Legislativa, no dia 28/04, às 14 horas, para debater o projeto de lei que proíbe a venda e a distribuição gratuita do anticoncepcional de emergência – pílula do dia seguinte -. O parlamentar afirmou que o evento tem como principal objetivo conclamar a população do Estado para ajuda-lo na causa contra o livre acesso ao medicamento que considera “micro-abortivo”.
“A população sul-mato-grossense não pode aceitar que o Ministério da Saúde maquie a legalização do aborto. Na minha opinião tanto a distribuição da pílula, quanto a não obrigatoriedade do Boletim de Ocorrência (BO) para a realização de abortos em vitimas de violência sexual em hospitais da rede publica, fere o princípio do direito à vida defendido pela Constituição Federal”, afirmou Assis.
O projeto que aguarda parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), tem causado polêmica nos bastidores da Casa. Em aparte o deputado Valdenir Machado reconheceu a constante atuação de Sérgio Assis em defesa das causa da Igreja Católica e ressaltou sua concordância com o projeto.
Machado também questionou Assis sobre a legalidade da matéria e Assis o respondeu destacando o artigo 23 da Constituição Federal: é competência da União, Estados e Municípios a proteção e defesa da saúde dos cidadãos.
“Quero que esse projeto sirva de exemplo para o restante do país. Com ele estamos defendendo a educação sexual e a família. Vou marcar para os próximos dias uma audiência pública contando com a presença de médios respeitados e grandes personalidades no sentido provocarmos uma discussão ampliada do tema”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)