Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/09/2005 09:21

Será complentada a ligação entre Atlântico e Pacífico

Mylena Fiori/ABr

Mil quilômetros de asfalto vão completar, pela primeira vez, a ligação entre os oceanos Atlântico e Pacífico na América do Sul. A pedra fundamental da rodovia Interoceânica será lançada hoje (8) pelos presidentes do Peru, Alejandro Toledo, da Bolívia, Eduardo Rodríguez, e do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

A obra ligará o Brasil, pelo estado do Acre, ao Peru, país vizinho com saída para o Pacífico. O Corredor Viário Interoceânico Sul, nome oficial da rodovia, já começou a ser construído, em parceria dos governos de Peru e Brasil.

A rodovia ligará Inapari, cidade peruana situada na fronteira com Assis Brasil, no Acre, aos portos marítimos peruanos de Ilo, Matarani e San Juan. A conexão entre Brasil e Peru será feita pela ponte sobre o rio Acre, que deve ser inaugurada ainda este ano.

O secretário de Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento, Ariel Peres, explica que a logística de integração, pelo lado brasileiro, inclui duas rotas fundamentais. A primeira delas é pela BR 364, que interliga Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, a Cuiabá, no Mato Grosso. De lá a Porto Velho, em Rondônia e, depois a Rio Branco, capital do Acre.

Depois, pela BR 317, segue de Rio Branco a Assis Brasil, na fronteira com o Peru. A outra rota vai de Manaus, no Amazonas, até Porto Velho pela hidrovia do Rio Madeira. Dali, segue o trajeto da outra rota: BR 364 até Rio Braço e BR 317 até Assis Brasil.

O empreendimento prevê a construção, operação e manutenção de 1.009 quilômetros de estradas asfaltadas e o custo estimado é de US$ 700 milhões, segundo dados do Itamaraty. Dois consórcios brasileiros liderados pelas empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez venceram a licitação internacional.

A Odebrecht Peru, líder do consórcio formado com as peruanas JJC, ICCGSA e Garña y Montero, ganhou dois dos três trechos da licitação, em um total de 703 quilômetros. Já o consórcio Intersur, integrado por Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, ganhou a concorrência no trecho Inambari-Azangaro, que tem extensão de 305 quilômetros.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)