Cassilândia, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

Últimas Notícias

08/09/2005 09:21

Será complentada a ligação entre Atlântico e Pacífico

Mylena Fiori/ABr

Mil quilômetros de asfalto vão completar, pela primeira vez, a ligação entre os oceanos Atlântico e Pacífico na América do Sul. A pedra fundamental da rodovia Interoceânica será lançada hoje (8) pelos presidentes do Peru, Alejandro Toledo, da Bolívia, Eduardo Rodríguez, e do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

A obra ligará o Brasil, pelo estado do Acre, ao Peru, país vizinho com saída para o Pacífico. O Corredor Viário Interoceânico Sul, nome oficial da rodovia, já começou a ser construído, em parceria dos governos de Peru e Brasil.

A rodovia ligará Inapari, cidade peruana situada na fronteira com Assis Brasil, no Acre, aos portos marítimos peruanos de Ilo, Matarani e San Juan. A conexão entre Brasil e Peru será feita pela ponte sobre o rio Acre, que deve ser inaugurada ainda este ano.

O secretário de Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento, Ariel Peres, explica que a logística de integração, pelo lado brasileiro, inclui duas rotas fundamentais. A primeira delas é pela BR 364, que interliga Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, a Cuiabá, no Mato Grosso. De lá a Porto Velho, em Rondônia e, depois a Rio Branco, capital do Acre.

Depois, pela BR 317, segue de Rio Branco a Assis Brasil, na fronteira com o Peru. A outra rota vai de Manaus, no Amazonas, até Porto Velho pela hidrovia do Rio Madeira. Dali, segue o trajeto da outra rota: BR 364 até Rio Braço e BR 317 até Assis Brasil.

O empreendimento prevê a construção, operação e manutenção de 1.009 quilômetros de estradas asfaltadas e o custo estimado é de US$ 700 milhões, segundo dados do Itamaraty. Dois consórcios brasileiros liderados pelas empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez venceram a licitação internacional.

A Odebrecht Peru, líder do consórcio formado com as peruanas JJC, ICCGSA e Garña y Montero, ganhou dois dos três trechos da licitação, em um total de 703 quilômetros. Já o consórcio Intersur, integrado por Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, ganhou a concorrência no trecho Inambari-Azangaro, que tem extensão de 305 quilômetros.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 26 de Junho de 2017
Domingo, 25 de Junho de 2017
15:50
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)