Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/04/2008 13:53

Senadora fala em encerrar CPI se não conseguir convocar

A senadora Marisa Serrano, presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Cartões Corporativos, voltou a dizer que irá encerrar os trabalhos da CPI se os requerimentos de convocação que estão na pauta forem rejeitados nas votações.

"Se, de fato, não aprovarmos os requerimentos, não teremos como caminhar. Eu encerro [a CPMI] porque não vai ter como. E não é porque eu quero", disse. "A presidente [da CPMI] não fará mais reunião de trabalho e dará tempo para o relator fazer o relatório e marcará prazo de um mês para a votação", completou.

O possível encerramento da CPI se deve ao fato de a base governista, maioria na Comissão, ter rejeitado requerimentos de acesso a dados sigilosos da Presidência da República e de convocação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. "Não fizemos nenhuma investigação até agora", disse Marisa.

O relator, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), admitiu que com as informações que tem até agora não é possível elaborar o relatório final da CPMI. Ele reclamou da demora no envio dos documentos sobre a prestação de contas de ministros que o Ministério do Planejamento encaminhará à Comissão. Há dois dias, os parlamentares aguardam a chegada desses documentos.

"Os documentos precisarão chegar. É inadmissível que as informações requisitadas não cheguem. Não trabalho com essa hipótese. Esses documentos, que já deveriam estar na CPMI, são o alicerce para podermos subsidiar o relatório", disse.

A comissão se reúne hoje (3) para votar 34 requerimentos de convocação, entre os quais o da secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, acusada de ser a suposta responsável pelo levantamento de informações de gastos da Presidência da República no governo Fernando Henrique Cardoso.

Os parlamentares da base governista parecem dispostos a discutir a informação de que o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) teve acesso aos dados do levantamento antes do vazamento para a imprensa. Alguns até chegam a cogitar a hipótese de convocar o senador para prestar esclarecimentos na própria comissão.

"Basta o Álvaro Dias dizer por que recebeu [o suposto dossiê], por que ficou com a informação por quase 30 dias e não fez a denúncia à CPMI. Pedimos aos parlamentares que querem a convocação dele que aguardem a reunião de hoje para que o senador dê as explicações", disse Luiz Sérgio.





Priscilla Mazenotti, da Agência Brasil

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)