Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/09/2007 09:42

Senador Delcídio lamenta atitude do Governo de MS

O senador Delcídio do Amaral lamentou nesta quarta-feira que o atual governo de Mato Grosso do Sul não tenha levado em consideração o apoio da bancada de deputados e senadores do estado no Congresso Nacional, na hora de divulgar e lançar as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Corumbá.

“Estão sendo anunciados nesta quarta-feira recursos no valor total de R$82 milhões para a minha querida cidade de Corumbá. São investimentos do governo federal, que vão atender não só a urbanização da cidade, investindo-se em muitos bairros, como também a questão de saneamento. E, surpreendentemente, o governador do estado só fala em recursos que ele estaria investindo. É bom lembrar que esses recursos são do governo federal, do Programa de Aceleração do Crescimento. Não é um esforço somente das prefeituras e do governo do estado, mas, acima de tudo, da bancada federal de Mato Grosso do Sul, que vem trabalhando nesse projeto desde o ano passado”, esclareceu Delcídio em discurso na tribuna do Senado.

Delcídio afirmou que o trabalho dos senadores e deputados sul-mato-grossenses deveria ser levado em conta pelo atual governador. “A política é uma via de mão dupla. Nunca um Governador contou com solidariedade tão grande da sua bancada, para viabilizar investimentos e recursos em um estado que não tem investido nada ao longo desses quase nove meses. E o Governo Federal tem comparecido intensamente. Precisamos ser reconhecidos pelo nosso trabalho”.

No discurso, o senador estanhou o fato da solenidade de lançamento das obras do PAC em Corumbá ter sido marcada justamente para um dia em que os membros da bancada não podem estar presentes, porque têm compromissos em Brasília.

“Todos sabem que hoje nós temos de estar aqui votando e fazendo o grande debate em torno de temas de interesse de Mato Grosso do Sul e do Brasil.Essas práticas não podem consolidar-se. E elas não estão acontecendo só em relação a Corumbá. Em outros municípios isso também está ocorrendo. Para que haja harmonia entre o governo do estado e a bancada, é preciso haver reciprocidade, generosidade, e não apropriação indébita do esforço de todos nós. Infelizmente, meu estado está convivendo com isso, o que não posso admitir, de maneira alguma, que prossiga”, defendeu Delcídio.

O senador disse que a bancada espera ser tratada com justiça. “Nós combinamos, inclusive, em uma reunião histórica com o governador do estado, que aplicaríamos todas as nossas emendas coletivas em fonte 30 para o Estado. Hoje, a bancada começa a questionar se vale a pena, ou não, fazer isso, porque o governo do estado está apropriando-se de todo o esforço dos seus parlamentares. E isso não é correto.Tanto da oposição quanto da base, deputados e senadores têm procurado fazer o melhor por Mato Grosso do Sul. E queremos o seguinte: justiça, que seja reconhecido o nosso trabalho”, afirmou Delcídio.

O senador cobrou do governador respeito à bancada federal. “Fiz este pronunciamento porque não poderia calar-me diante do que tem ocorrido e espero que, daqui para frente, nós tenhamos uma relação, acima de tudo, de respeito recíproco e que cada um seja respeitado pelo papel que tem cumprido pelo desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, ressaltou.



Assessoria de Imprensa

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)