Cassilândia, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

08/07/2008 07:46

Senado vota na 4ª proposta sobre "ficha suja"

Agência Senado

O presidente do Senado, Garibaldi Alves, anunciou na manhã desta segunda-feira (7) que o Plenário deverá votar, nesta quarta-feira (9), substitutivo do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) a projetos que alteram a Lei das Inelegibilidades, tornando-a mais rigorosa. Para isso, será necessário apenas que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) vote a matéria nesta terça-feira (8).

Garibaldi ressalvou, contudo, que a proposta não valerá para as eleições de outubro. Deliberar sobre esse assunto antes do recesso, para Garibaldi, é apenas uma questão de entendimento entre os líderes.

Questionado sobre os obstáculos enfrentados por aquele substitutivo, que aglutina 21 proposições, Garibaldi mostrou-se o tempo todo otimista quanto à aprovação dessa matéria, que dificulta a carreira política de candidatos com a vida pregressa comprometida com atos ilícitos.

- O senhor não acha que está muito otimista? Votar esse substitutivo, para muitos parlamentares, não é dar um tiro no pé? - indagou um repórter.

- O substitutivo está na CCJ. Tem todas as condições de ser votado e ir a Plenário. Não é tão tranqüilo assim, mas o Parlamento nasceu para isso, para abrigar a polêmica - respondeu Garibaldi.

Na mesma entrevista, o presidente do Senado disse que o Congresso vota, nesta quinta-feira (10), o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2009. O fato de a matéria já ter sido aprovada na Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), em sua opinião, facilita muito uma decisão definitiva nesta semana.

Garibaldi fez comentários ainda sobre a sessão que a Câmara dos Deputados faria ainda na tarde desta segunda-feira para celebrar o centenário do tribuno Djalma Marinho. Disse que aquele político foi um defensor intransigente das prerrogativas do Parlamento.

- Se ele ainda estivesse aqui, estaria hoje defendendo causas como a restrição às medidas provisórias, a independência do Legislativo e a pauta destrancada nesse contexto de reveses que temos de ultrapassar.
Teresa Cardoso / Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 18 de Janeiro de 2017
Terça, 17 de Janeiro de 2017
23:53
Loteria
10:00
Receita do dia
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
10:04
Coluna da juíza Luciane Buriasco Isquerdo
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)