Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/12/2012 13:00

Senado propõe obrigatoriedade de compartilhamento das antenas de celular

Marcos Chagas, Agência Brasil

Brasília – As empresas de telefonia celular terão que compartilhar a infraestrutura de telecomunicações já instaladas, inclusive redes de telefonia e transmissão de dados. A matéria foi aprovada hoje (13) em caráter terminativo por quatro comissões do Senado e ainda depende de votação complementar para ser enviada à apreciação da Câmara dos Deputados.

A proposta foi aprovada em forma de substitutivo ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 293/2012, conhecido como projeto de Lei Geral das Antenas. A iniciativa estabelece as normas gerais de política urbana e de proteção à saúde e ao meio ambiente associadas à implantação e ao compartilhamento da infraestrutura de telecomunicações.

Na semana que vem, a matéria será votada em turno suplementar pelas quatro comissões – Assuntos Sociais (CAS), Ciência e Tecnologia (CCT), Desenvolvimento Regional (CDR) e Meio Ambiente (CMA) – antes de ir à apreciação da Câmara. Na votação complementar, os senadores não podem fazer qualquer emenda de mérito ao texto aprovado hoje, apenas alterações para aperfeiçoar a redação do projeto de lei.

O relator Eduardo Braga (PMDB-AM), que apresentou substitutivo, destacou que a medida, além de figurar como “elemento propulsor da concorrência ampla, justa e livre entre as prestadoras, evita a multiplicação desnecessária das redes, com redução das radiações emitidas e dos impactos à paisagem urbanística”.

Em seu parecer, o parlamentar inclui medidas que simplificam o processo de licenciamento para instalação de infraestrutura de suporte às redes de telecomunicações. Ele destacou que essa desburocratização vai acelerar o processo requerido pelas operadoras a partir da redução dos “entraves\" impostos pelo poder público.

O projeto a ser submetido à Câmara estabelece um indicador que determinará a necessidade de expansão da capacidade das estações transmissoras de radiocomunicação utilizadas na telefonia móvel. A medida, segundo Eduardo Braga, objetiva “garantir e intensificar” a qualidade dos serviços prestados à sociedade.

Edição: Davi Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)