Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/04/2006 05:58

Senado confere assinaturas de pedido de CPI

Iolando Lourenço/ABr

A Secretaria-Geral da Mesa do Senado deve concluir, segunda (24) ou terça-feira (25) próximas, a conferência das assinaturas dos senadores no pedido de criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar denúncias envolvendo pessoas próximas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A informação foi dada pelo secretário-geral da Mesa, Raimundo Carreiro.

Até a última quinta-feira (20), o requerimento tinha 35 assinaturas - oito assinaturas a mais do que o mínimo necessário (27).

Depois da conferência, se forem mantidas pelo menos 27 assinaturas, o expediente será lido em sessão do Senado pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). Os senadores terão, até a meia-noite daquele dia, para retirar ou incluir assinaturas no pedido de criação da CPI. Caso se mantenham as 27 assinaturas, a proposta será publicada no Diário Oficial do Senado.

Se for criada, a CPI terá prazo de 180 dias para fazer as investigações e seus 15 integrantes serão indicados pelos líderes partidários. Se algum líder não fizer a indicação, o presidente do Senado escolherá os representantes daquele partido.

A CPI está sendo proposta para investigar o período em que o atual presidente do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Paulo Okamotto, tinha procuração para administrar as contas pessoais de Lula, antes deste tomar posse na Presidência; os contratos da empresa do filho do presidente, Fábio Luiz Lula da Silva, com a Telemar Norte e Leste; e a denúncia da revista Veja de que o irmão de Lula, Genival Inácio da Silva, faria tráfico de influência, intermediando negociações de empresários junto ao governo federal.

A CPI teria também o objetivo de investigar se Lula teve participação ou foi omisso no caso de violação ilegal do sigilo bancário do caseiro Francenildo Santos Costa junto à Caixa Econômica Federal e a origem dos recursos, em reais e em dólares, encontrados numa maleta e sob as roupas íntimas de José Adalberto Vieira da Silva, assessor do deputado estadual José Nobre Guimarães (PT-CE).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)